Inspiração

Após se curar em hospital privado, empresário doa R$ 35 milhões para Hospital das Clínicas

por: Joao Rabay

O casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira, donos da empresa de crédito pessoal Crefisa, ganham projeção na mídia nos últimos anos graças ao patrocínio milionário ao Palmeiras, time de coração de ambos. Mais longe dos holofotes, há outro ‘patrocínio’ comandado pelos dois: ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Tudo começou em 2016, enquanto José Roberto passava por um tratamento de linfoma no Hospital Sírio Libanês. O médico Vanderson Rocha atua como coordenador da área de transplantes de medula óssea no hospital particular, e tinha acabado de assumir a diretoria do Serviço de Hematologia do Hospital das Clínicas.

Área reformada do Hospital das Clínicas

A falta de recursos financeiros que atormenta profissionais da saúde pública por todo o país estava gerando um quadro alarmante: os casos de infecção pós-transplante entre os internados no setor de Rocha estava alto demais, e não havia fundos para implementar as mudanças pensadas pelo médico.

Coincidentemente, o cunhado de Rocha é técnico de futebol e trabalhava no Palmeiras na época. Marcelo Oliveira ajudou o encontro de José Roberto, Leila e Vanderson. Ao Estadão, Leila disse que “Era absurdo o Beto (José Roberto) poder ser tratado de modo tão impecável no Sírio e o HC daquele jeito.”

Quarto modernizado

Nos últimos meses, a enfermaria da hematologia, que conta com doze leitos, foi totalmente reformada. Um sistema de automação com filtragem de ar e água foi instalado, além de nova mobília e um sistema que garante a higienização das mãos de médicos e enfermeiros.

William Nahas, urologista do Hospital das Clínicas que também atendeu Malacchia no Sírio Libanês, ficou sabendo e aproveitou para pedir ajuda também. “A gente chora para todo mundo. Fazia 40 anos que o setor não passava por uma modernização”, conta o médico, cujo setor também foi modernizado.

De acordo com Leila Pereira, os dois projetos custaram cerca de R$35 milhões para serem tocados. O centro de engenharia e arquitetura do Hospital das Clínicas coordenou as reformas e vem desenvolvendo outros projetos para tentar modernizar a estrutura oferecida aos pacientes graças a doações privadas.

Leila Pereira (2ª), José Roberto (3º) e Vanderson Rocha (4º) durante a inauguração da Unidade Clínica de Terapia Celular

Publicidade

Fotos: Agnaldo Dias Correia (Fotógrafo do Núcleo de Comunicação Institucional do HCFMUSP)


Joao Rabay
Gosta de ler boas histórias para aliviar a mente no meio de tantas notícias ruins. Ainda acredita que elas podem inspirar boas mudanças e fica feliz quando pode contá-las.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe surda cria máscara que permite leitura labial e a propagação de sorrisos