Debate

Atriz de Hollywood luta para resgatar filha do culto sexual de Allison Mack

por: Redação Hypeness

A atriz Allison Mack, conhecida por seu papel na série Smallville, é acusada de ser líder de uma seita de escravização sexual. A norte-americana, segundo informações, atuava como a cafetina do grupo NXIVM.

Allison atendia pelos nomes de Madam Mack, Pimp Mack e A Madame. Entre suas funções estava a de agendar horários e compromissos das ‘membras’, que eram obrigadas a manter relações sexuais com o líder do grupo, Keith Raniere.

Entre as reféns da seita está a filha da atriz Catherine Oxenberg, sucesso nos anos 1980 com o seriado Dinastia. Em entrevista ao programa Dateline, ela revelou a luta para resgatá-la.

“Eu a levei e por isso me sinto responsável”, disse.

Catherine revelou a luta para livrar a filha da seita

Oxenberg relata ter apresentado à filha India, de 27 anos, ao grupo. A garota teve o corpo marcado a ferro com as iniciais de Allison e Keith. A suspeita de que India estava correndo riscos surgiu quando Catherine recebeu um telefonema de uma amiga dizendo que a filha precisava ser resgatada, porque ela teria assinado um “voto vitalício de obediência ao mestre delas”.

“No começo, eu senti uma culpa terrível por ter levado minha filha a uma organização pervertida e perigosa. Então eu comecei a me educar. Falei com muitos especialistas, e eles disseram ‘você vai parar de se culpar’? Esses cultos são máquinas bem azeitadas. India nunca teve uma chance”.

Allison Mack e Keith Raniere são acusados de tráfico sexual e conspiração para trabalho forçado. Se condenados, os dois podem passar pelo menos 15 anos na cadeira ou, em caso de punição máxima, ficar o resto das vidas atrás das grades.

Allison Mack cumpre prisão domiciliar

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Médica disse que meu filho estava morto, mas ele nasceu vivo’, casal denuncia negligência de hospital