Inspiração

‘Estante Mágica’: negócio social transforma crianças em autores de livros

por: Vitor Paiva

Tudo começou quando Robson Melo, hoje com 32 anos, encontrou o avô aos prantos pela morte de “Dona Rachel”. A dona em questão era Rachel de Queiroz, que o avô de Robson havia conhecido através de seus serviços de marcenaria.

A paixão pelos livros seguiu por sua vida, e hoje seu avô, Pedro Leôncio, dá nome a uma das salas da Estante Mágica, plataforma que oferece a alunos da educação infantil e fundamental o incentivo para escreverem e publicarem livros.

Hoje, ao lado de seu sócio Pedro Concy e com mais de três mil escolas parceiras, a plataforma já ajudou 250 mil novos autores a começarem seus caminhos nas letras.

Robson Melo

Hoje a Estante Mágica se consagra como uma plataforma para projetos pedagógicos escolares, com o desenvolvimento tecnológico e gráfico terceirizado. Através da plataforma, e-books e livros físicos são desenvolvidos, com quatro gráficas também como parceiras.

Pedro e Robson

O custo dos livros varia entre 39 e 59 reais, dependendo do material, e até mesmo uma tarde de autógrafos pode ser realizada nas escolas.

Com maioria dos clientes em escolas particulares, o desejo hoje da Estante Mágica é expandir suas atividades às escolas públicas, e baratear os custos, para que inclusive os livros possam ser lançados em outros países.

Mas as metas e anseios dos sócios da plataforma – que, além de Pedro e Robson, ainda se divide com mais três pessoas – são verdadeiramente ambiciosas: a ideia é chegar a 350 mil autores ainda esse ano e, até 2030, atingir um bilhão de crianças em todo o mundo. O avô de Robson não chegou a se alfabetizar, mas dentre seus 14 anos, todos foram à universidade pelos esforços do incrível Sr. Pedro Lêoncio – que, com seus esforços, ajudou não só seus 14 netos, mas também permitiu que seu neto Robson ajudasse hoje a fazer do mundo um lugar realmente melhor, através de uma de nossas melhores armas: a leitura.

Para inovar e empreender, é preciso ter coragem, ousadia e acreditar na sua própria essência e potencial. Por isso, o Hypeness uniu forças com o programa Shark Tank Brasil, do Canal Sony, para contar histórias e dar dicas inspiradoras de quem conseguiu usar experiência de vida, muito trabalho e criatividade para ter sucesso com um negócio próprio. Para tentar convencer os investidores, que no programa procuram negócios originais e inovadores, os empreendedores precisam se superar e, fora dos estúdios, a realidade não é diferente. Acompanhe estas histórias e inspire-se!

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Como uma das maiores favelas da Ásia controlou o coronavírus?