Debate

Estudo descobre idade que sua autoestima está no topo. A resposta surpreende

por: Gabriela Glette

Vivemos em uma sociedade obcecada pela juventude e beleza, mas a verdade é que a autoestima está associada a outros fatores, que não estão diretamente ligados a ter um corpo perfeito ou o corte de cabelo da moda. Cientistas da Universidade de Berna – na Suíça estavam interessados em investigar a trajetória da autoestima ao longo da vida e, descobriram que o auge dela acontece quando chegamos aos 60 anos.

A pesquisa mostra que ela começa a se elevar por volta dos 4 anos e permanece subindo até o início da adolescência, quando começa a se estabilizar. Isso acontece quando a criança ganha um certo senso de independência e – ao contrário do que diz o senso comum, a autoestima não cai durante a puberdade: “Essa impressão acontece devido a mudanças na puberdade e maior ênfase na comparação social na escola”, comprova Ulrich Orth, autor do estudo.

Se o sentimento de autoestima se mantém estável até a metade da adolescência, depois de uma certa idade ele começa a aumentar gradativamente, até a faixa dos 30. É claro que, no meio do caminho podemos passar por alguns momentos difíceis, perdas e traumas que trazem consequências para nosso próprio bem estar e aceitação, mas de maneira geral, a nossa autoestima tende a aumentar conforme nos tornamos mais velhos.

Esta análise, que foi baseada em 191 artigos científicos e dados de quase 165 mil pessoas conclui que, quando chegamos na sexta década de vida estamos com este sentimento no auge e isso chega a durar em média 10 anos, quando ele começa a declinar rápida e drasticamente, devido a fatores que vão desde uma possível viuvez, até a perda de papéis sociais e a própria percepção do envelhecimento.

Um estudo que deixa a reflexão de que a autoestima é muito mais uma questão de sentir bem na própria pele do que atingir aquela tão sonhada e irreal perfeição. Quando sabemos quem somos, aprendemos a lidar com nossos medos e frustrações e, sobretudo, a nos amar do jeito que somos, compreendemos que é tudo uma questão de aceitação e de experiência, é claro!

Publicidade

Foto: We Heart It


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Miriam Leitão é desconvidada de feira de livro em SC. Motivo: a ‘ideologia’ dela