Estilo

Tatuagens passaram de empecilho a vantagem no mercado de trabalho, aponta pesquisa

por: Redação Hypeness

Lembra quando sua mãe falou que você nunca conseguiria emprego com um monte de tatuagens no corpo?

Os tempos mudaram e novas pesquisas apontam que essa previsão está errada: tatuados já têm preferência no mercado de trabalho.

É o que aponta um estudo conduzido por pesquisadores da Escola de Negócios da Universidade de Miami, nos EUA, e da Universidade da Austrália Ocidental.

Segundo os autores, os salários entre tatuados e não-tatuados são similares e não foi encontrada nenhuma forma de discriminação contra pessoas com arte no corpo na hora de conseguir um emprego – exceto pelo fato de que quem tem uma tattoo pode levar vantagem na hora de conquistar a vaga.

O estudo analisou mais de 2.000 pessoas nos Estados Unidos, sendo cerca de metade destes provenientes de grandes cidades.

Em nossa amostra, e considerando uma variedade de técnicas de estimativa alternativas, não apenas os salários e ganhos anuais de empregados tatuados nos Estados Unidos são estatísticamente indiscerníveis daqueles de pessoas sem tatuagens, quanto indivíduos tatuados são também tão propensos, e em alguns casos até mesmo mais propensos, a conseguir um emprego“, concluem os pesquisadores no resumo do artigo.

Anteriormente, um estudo divulgado pela Universidade de St Andrews já apontava a vantagem competitiva dos tatuados para profissões tidas como descoladas. Segundo a pesquisa, pessoas com tatuagens no rosto eram mais propensas a conseguir emprego como bartenders em uma casa noturna, embora pudessem sofrer discriminação ao aplicar para um trabalho como garçons em um restaurante, por exemplo.

Publicidade

Fotos via Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A boutique do Harlem que revolucionou a moda dos anos 1960 com estética e orgulho afro