Fotografia

A surreal inauguração do primeiro McDonald’s em Moscou nos anos 1990

por: Redação Hypeness

A União Soviética chegou ao fim oficialmente no dia 26 de dezembro de 1991, mas, por anos, a estrutura política que polarizou o mundo com os EUA deu sinais de que o fim estava se aproximando. Um dos mais simbólicos aconteceu em janeiro de 1990, mais precisamente no dia 31.

Impressionantes 5 mil pessoas formaram uma enorme fila na Praça Pushkin, em Moscou, para conferir a inauguração do primeiro McDonald’s da União Soviética.

Os planos para a empreitada começaram em 1976, durante as Olimpíadas de Montreal, no Canadá. Representantes da prefeitura de Moscou se reuniram com George Cohon, fundador e CEO do McDonald’s canadense, mas demorou mais de uma década para que a construção de fato começasse.

Quando construído, o McDonald’s da Praça Pushkin era o maior do mundo, com 900 assentos, e ainda hoje está entre os restaurantes mais frequentados da rede.

Os registros indicam que os gerentes da loja esperavam servir mil pessoas no dia de inauguração, mas, mesmo antes de o lugar abrir, a fila já contava com cinco vezes esse número. Ao fim do dia, cerca de 30 mil pessoas passaram pelas portas do McDonald’s e a grande maioria comeu algo por lá.

Em 2014, o fotógrafo russo Mitya Kushelevich escreveu um artigo relembrando a histeria que seguiu a inauguração e oferecendo pontos de vista interessantes sobre as diferenças culturais que existiam na época.

Nós não sabíamos o que era ‘fast food’. Pensávamos que McDonald’s era um restaurante normal que servia a culinária norte-americana. Provavelmente tinha gosto de liberdade e queríamos provar”, relata.

As filas continuaram enormes até o verão russo, no meio do ano, quando a mãe de Mitya decidiu que era hora de experimentar a novidade. Foram oito horas sob o sol escaldante, mas o fotógrafo conta que aquilo não era um grande problema para quem estava acostumado a espertar em filas por dias para receber a provisão mensal de açúcar e chá.

A família pediu vários itens, sempre no maior tamanho possível, assim como quase todos que lá estavam. Para um garoto de 9 anos como Mitya, o milk-shake parecia gigante, e o Big Mac mal se sustentava em suas mãos. Ele chorou após deixar o lanche cair na primeira mordida, mas sua mãe logo correu para trocar por um novo.

O gosto de tudo era mais intenso que qualquer coisa que eu já havia provado. Eu comi e bebi tudo como se fosse minha última refeição. Cerca de dez minutos e 5 mil calorias depois, meu corpo me alertou para o fato de que eu não era capaz de digerir toda aquela delícia gordurosa”, escreve.

Foi então que Mitya decidiu conferir como era um banheiro norte-americano por dentro. “Eu não estava sozinho: as filas nos banheiros, especialmente os femininos, eram quase tão grandes quanto as lá de fora”, brinca. Há coisas, como o sistema digestivo, que precisam de mais tempo para se acostumar às mudanças.

Como em tantos lugares mundo afora, o McDonald’s se estabeleceu com força na Rússia, e hoje o país conta com mais de 600 restaurantes da rede.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Migração de pássaros vira obra de arte pelas lentes de fotógrafo dinamarquês