Debate

Califórnia vai banir venda de cosméticos testados em animais

por: Redação Hypeness

Por unanimidade, a Califórnia aprovou a proibição da venda de cosméticos testados em animais. A medida vale a partir de 2020 e foi apreciada pelo Senado dos Estados Unidos. As empresas estão proibidas de importar ou vender qualquer tipo de cosmético, incluindo os de higiene pessoal, como desodorante e condicionador.

O documento foi aprovado por 80 votos a 0 e agora vai para a sanção do governador Jerry Brown. De acordo com Kristie Sullivan, vice-presidente da área de pesquisa do Comitê de Médico para Medicina Responsável, “a necessidade de testes que não usem animais aumentará, encorajando o desenvolvimento de mais métodos, que podem ser usados em outras áreas além dos cosméticos.

A decisão da Califórnia serve como alento para os defensores dos direitos dos animais na luta contra a prática. O Peta, entidade de defesa dos animais com milhões de seguidores, fez levantamento mostrando que em 2015, apenas nove de 63 marcas do ramo de cosméticos não utilizavam animais em testes.

Os testes ainda são muito comuns no mundo

No Brasil, o assunto ganhou as manchetes depois do caso envolvendo o Instituto Royal, em São Paulo. Em 2013, ativistas resgataram cães da raça beagle, camundongos e coelhos, vítimas de maus-tratos. Desde 2014, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), estabelece às empresas restrições ao uso de animais para testes de produtos, que são permitidos apenas em casos específicos, como avaliações de corrosão na pele.

No Estado de São Paulo, as companhias são proibidas de realizar testes cosméticos em animais desde janeiro de 2014. Quem infringir a lei paga multa de até R$ 1 milhão por cada animal utilizado e R$ 40 mil ao profissional envolvido.

Publicidade

Foto: Pixabay


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe perde guarda de filho por morar no subúrbio do Rio: ‘Menino precisa de exemplo paterno’