Ciência

Dieta anti-inflamatória ajuda a viver mais e melhor, aponta estudo

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

De quando em quando surgem novas dietas prometendo verdadeiros milagres através de mudanças em nossa alimentação. A dieta “anti-inflamatória”, porém, vai mais longe que qualquer outra: segundo um estudo publicado no Journal of Internal Medicine, esse cardápio nos ajuda a ter uma vida mais longa, combatendo mortes prematuras e doenças como câncer e problemas cardíacos. A pesquisa contou com a participação de 68 mil pessoas nascidas na Suíça, entre homens e mulheres em idades entre 45 e 83 anos, ao longo de 16 anos de estudos.

São muitos os benefícios trazidos pela dieta anti-inflamatória e comprovados pelos números levantados. Segundo a pesquisa, quem a seguiu com atenção teve reduzido em 18% o risco de mortalidade por todas as causas, em 20% por problemas cardiovasculares, em 13% por câncer se comparados a quem não seguiu a dieta ou a seguiu em menor grau. Quem mais pode se beneficiar são os fumantes, que tiveram reduzidas em 31% as chances de morrer por qualquer causa, 36% de doenças cardiovasculares, e 22% de câncer quando comparados com fumantes que não seguiram a dieta com especial dedicação.

Dentre tantas boas notícias, talvez maior de todas seja o fato de se tratar de uma dieta bastante fácil de ser seguida: são alimentos saborosos e muitas vezes já consumidos, como frutas e legumes, chá, café, pão integral, cereais matinais, queijo com baixo teor de gordura, azeite e óleo de canola, nozes, chocolate e até mesmo quantidades moderadas de vinho tinto e cerveja. Trata-se, portanto, de uma maneira de seguir a vida com prazer e sem a tortura das restrições absolutas – e por muito mais tempo.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Estudo diz que qualidade de sono pode definir sua personalidade