Debate

Esta heroína decidiu punir o manspreading no metrô jogando água nos homens

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Definitivamente, andar de transporte público não é uma tarefa fácil para as mulheres. Durante as viagens, é preciso lidar com inúmeras manifestações machistas, como o assédio e alguns homens que insistem em manter as pernas mais abertas possível.

Para chamar a atenção sobre este problema e fazer com que os homens se toquem de uma vez por todas, a ativista russa Anna Dovgalyuk resolveu combater o chamado manspreading de uma maneira inusitada.

Como quem não quer nada, ela entra no metrô procurando pelos folgadões. Daí, sem cerimônia, ela despeja um concentrado de alvejante em suas calças. Bem onde fica o órgão sexual masculino.

Cansa explicar mil vezes, né?

“O líquido é 30 vezes mais concentrado do que os usados para lavar roupa, por exemplo. As manchas surgem em questão de minutos, assim dá pra identificar os adeptos do manspreading”, explica a ativista.

A jovem russa conta que o vídeo é dedicado para todas as mulheres que sofrem com a postura adotada pelos homens em ônibus, trens e metrô. “Precisamos acabar com estas ideias de ‘macho’ no transporte público. Eu sou uma ativista que quer ajudar as mulheres.”

Esse negócio de sentar de perna aberta incomoda muito

O vídeo da missão desta estudante de direito de 20 anos viralizou na internet e foi compartilhado por muitas mulheres vítimas desta opressão silenciosa. O manspreading é um termo em inglês criado para classificar a prática de homens que sentam no transporte público com as pernas abertas.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Justiça bloqueia 36 imóveis de Neymar em ação por sonegação