Ciência

Parar de comer junk food causa abstinência parecida com a das drogas

por: Vitor Paiva

Quando pensamos no sofrimento que um usuário passa para largar as drogas, logo imaginamos a longa penúria da abstinência de substâncias como a cocaína, a heroína e o crack – e esquecemos que muitas drogas legalizadas e naturalizadas em nosso dia a dia podem ser tão pesadas e debilitantes, assim como difíceis de serem abandonadas, quanto as drogas citadas. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan comprova que mudar sua alimentação deixando de consumir junk food pode provocar sintomas de abstinência similares a quem deixa de consumir drogas, álcool ou tabaco.

As ditas “besteiras” que poluem nossa alimentação e organismo, como hambúrgueres, batatas fritas, biscoitos ou chocolates, quando cortadas de nossos hábitos diários, podem provocar dores de cabeça, irritabilidade, ansiedade, fissura e até mesmo depressão – todos sintomas também listados na abstinência de drogas. 231 adultos participaram do estudo, e foram avaliados e documentados enquanto abandonavam alimentos industrializados como pizza, macarrão instantâneo, batata frita e doces. Tal qual acontece com as drogas, o pico desses sintomas foi atingido após os primeiros cinco dias sem o consumo.

A pesquisa não focou no método para se largar tais terríveis hábitos alimentares, não podendo, assim, responder se a interrupção abrupta pode provocar efeitos diferentes de se largar a junk food aos poucos. De todo modo, o resultado nos coloca a pensar no efeito de tais alimentos sobre nosso corpo, nas limitadas noções com que olhamos as drogas e os usuários de modo geral, e no mal que os produtos industrializados e a ganância desenfreada de quem os produz e vende podem provocar em nossos corpos.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: médico tem a solução para óculos não embaçarem ao usar máscara