Inspiração

Spotify abraça prevenção ao suicídio com playlist para Setembro Amarelo

11 • 09 • 2018 às 10:06 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Quando dizemos que a música é capaz de salvar vidas, estamos na maior parte dos casos metaforicamente lembrando como a música pode melhorar nossas vidas e retira-las da sombra e coloca-la na luz. Às vezes, porém, tal afirmação é literal. Setembro é o mês da prevenção do suicídio, e para apoiar a causa conhecida como Setembro Amarelo, o Spotify decidiu criar uma playlist especial para a campanha, a fim de inspirar justamente quem mais precisa em momentos tão extremos.

A playlist traz 40 canções selecionadas pelos curadores do Spotify, que tratam diretamente do tema, ou simplesmente trazem mensagens inspiradoras para momentos difíceis. Clássicos como “Don’t Try Suicide”, do Queen, “Everybody Hurts”, do R.E.M., “Here Comes the Sun”, dos Beatles, juntam-se a canções mais recentes como “Felicidade”, de Marcelo Jeneci, “Firework”, de Kate Perry e “Save You”, de Kelly Clarkson, em uma playlist verdadeiramente eclética, unida pela nobre missão de ajudar.

O nome “188” da playlist se refere ao telefone do Centro de Valorização da Vida (CVV), central telefônica voluntária que oferece diálogo para quem enfrenta a depressão ou impulsos suicidas. Se a música afeta tão diretamente a juventude, vale lembrar tais transtornos tem sido cada vez mais frequentes entre jovens. Como um bálsamo para feridas, a música pode sempre nos salvar – e essa playlist torna tal sentido uma missão.

Publicidade