Inspiração

Após ser algemada em audiência, advogada multiplica clientes e passa a dar palestras

por: Redação Hypeness

O mês de setembro de 2018 jamais será esquecido por Valéria Lucia dos Santos. Advogada, negra e defensora de minorias, ela viu seus direitos serem violadas ao ser algemada e retirada à força de uma audiência em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Mas Valéria é forte e se levantou sem problemas. Desde o ocorrido, a advogada afirma ao Universa que o número de clientes que a procuram triplicou, e tem viajado por vários estados do país para dar palestras sobre prerrogativas, os direitos específicos dos advogados.

Valéria tem 48 anos e se formou em direito em 2016. Antes disso, trabalhava como enfermeira, e, até virar notícia pelo episódio lamentável, atuava de casa ou em um escritório. Ela já alugou uma sala em frente ao fórum de Duque de Caxias e vai começar a trabalhar de lá em breve.

A advogada atua nas esferas cível e trabalhista, mas pretende se especializar na área criminal, e tem como objetivo garantir os direitos de pessoas de classe social baixa.

Enquanto Valéria se esforça e trabalha para fazer dos limões limonada, a Ordem dos Advogados do Brasil segue em busca de punição à juíza leiga que ordenou que ela fosse algemada. Conforme publicado em setembro, a Comissão Judiciária de Articulação dos Juizados Especiais inocentou a juíza Ethel Tavares de Vasconcelos e que Valéria “se jogou no chão” e foi apenas “momentaneamente algemada”.

Publicidade

Fotos: Fernando Frazão/Agência Brasil


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
6 receitas para aumentar a imunidade e manter a disposição na quarentena