Inspiração

De Mano Brown a Jobim: O que a astrologia nos diz sobre 12 artistas brasileiros

por: Gabriela Glette

Publicidade Anuncie

Céticos costumam vulgarizar a astrologia, deixando-a em segundo plano, como se fosse esoterismo ou adivinhação. Mas o fato é que, ela faz parte da história da humanidade há milênios e ajudou a desenvolver a agricultura e a própria ciência. Se o estudo dos astros antes era usado para prever catástrofes e guiar plantações, com o tempo ele passou a ser aplicado para estudar o caráter das pessoas.

Estima-se que a astrologia tal como conhecemos hoje foi concebida pelos caldeus, que viveram no século 6 a.C, na Mesopotâmia. A partir da observação, eles perceberam que em determinadas épocas do ano as pessoas possuíam certas características semelhantes e, foi assim que criaram toda a base astrológica, usada até hoje.

Astrologia é pura matemática e, simplificando ao máximo – é a tentativa de estabelecer uma relação direta entre o macro cosmo (os planetas) e o micro (nós). Se os astros influenciam tanto o planeta Terra, por que não nos influenciaria?

Somente fazendo o mapa astral completo nós podemos conhecer de fato uma pessoa, porém apenas com o signo solar já podemos ter uma ideia. E, para mostrar como a posição que o sol ocupava quando nascemos ajuda a moldar nosso caráter, fizemos uma seleção de 12 artistas brasileiros, um de cada signo. Depois dessa não tem como duvidar!

1. Renato Russo (Áries)

Regidos por Marte (Deus da guerra), os arianos são guerreiros no verdadeiro sentido da palavra, pois sempre precisam de uma causa para lutar. Teimosos e rebeldes, são corajosos, idealistas e extremamente aventureiros, porém de vez em quando são criticados por serem um pouco infantis. Áries é o primeiro signo do zodíaco, representando a criança, característica que o transforma em ingênuo e corajoso ao mesmo tempo. Renato Russo foi outro expoente musical brasileiro que nos deixou muito cedo, com apenas 36 anos, vítima de complicações causadas pelo HIV. O líder da Legião Urbana estudou jornalismo, foi professor de inglês, era um verdadeiro devorador de livros e ficou com o 25º lugar na lista dos 100 maiores artistas brasileiros de todos os tempos feita pela revista Rolling Stone. Foi intenso, deixou suas lutas bem claras em suas canções e nunca deixou de fazer nada que teve vontade, afinal, os arianos não escutam ninguém e não fazem questão nenhuma de impressionar os outros. Vivem da maneira que querem, da forma que acreditam e quem quiser que os aceite, ou não.

2. Mano Brown (Touro)

Touro é o signo da paciência e, ao mesmo tempo que podem ser muito bravos, sabem esperar como ninguém. Taurinos sabem que cada coisa tem seu tempo e não têm pressa alguma de aguardar, plantar, esperar crescer para poder colher. Acomodados por natureza, eles detestam mudanças e, podem permanecer décadas em um mesmo emprego ou relacionamento. Possuem fama de serem materialistas e são mesmo, porém não é um materialismo que visa acumular, mas sim, ter segurança, o que é completamente diferente. Ambiciosos e trabalhadores, costumam ser teimosos e possessivos. Mano Brown é um dos integrantes dos Racionais MC’s, grupo de rap paulista e compôs algumas das músicas brasileiras mais marcantes de todos os tempos, tanto que as letras do álbum ‘Sobrevivendo no Inferno’, foi leitura obrigatória do vestibular da Unicamp neste ano. Mano Brown nasceu e cresceu no Capão Redondo, periferia de São Paulo e nunca conheceu seu pai. Suas letras são pura poesia, porém pesadas, como a realidade que viveu nas favelas e periferias da maior cidade brasileira. Avesso à mídia de massa, o rapper raramente concede entrevistas a jornais ou programas televisivos.

3. Ivete Sangalo (Gêmeos)

Os geminianos costumam ser muito mal interpretados, sendo acusados de superficialidade e até mesmo falsidade, o que é uma injustiça. É preciso saber enxergar o lado bom dos curiosos geminianos, sempre rápidos, leves e avessos a dramalhões mexicanos. Quem é geminiano sempre parece ser incansável, faz mil coisas ao mesmo tempo , sem reclamar e sempre dá conta do recado. Antes da maternidade, Ivete chegou a fazer 30 shows por mês, um por dia! Essa baiana arretada é capaz de fazer uma cidade inteira pular, até o mais desanimado. Leve e sorridente, mesmo passando por alguns períodos conturbados, nunca deixou a peteca cair e sempre correu atrás do que quis. Geminianos são inquietos, impulsivos e amam o jogo da sedução. Morrem de medo de cair na rotina, por isso sempre precisam de novos estímulos. São capazes de se dedicar a várias coisas ao mesmo tempo e disso Ivete é mestre: cantora, compositora, instrumentista, apresentadora, atriz, empresária e mãe. Tudo isso sem perder a animação!

4. Gisele Bündchen (Câncer)

Gisele Bündchen foi a mulher responsável pela criação do termo über model – ao invés de super model, de tão grandiosa que é. Descoberta ‘acidentalmente’, ela também trouxe uma nova perspectiva para o ideal de corpo perfeito, por representar uma mulher com mais curvas e natural, mas apesar de ser a modelo mais conhecida do mundo, sempre manteve um lado caseiro e família muito nítido. Além de conservadores, cancerianos são extremamente familiares e, se apegam muito fácil, seja a alguém, uma casa ou um ideal. Intuitivos e emocionais, são puros, altruístas e pacíficos. Gisele apoia muitas causas, entre elas o meio ambiente e as vítimas do vírus HIV. Seu Instagram é recheado de frases motivacionais, poses de ioga e palavras de amor e, hoje aos 38 anos, ela passa boa parte de seu tempo se dedicando à família, nos Estados Unidos.

5. Caetano Veloso (Leão)

Os leoninos são regidos pelo próprio sol e, é exatamente por causa disso que costumam ser o centro das atenções. Carregam em si o arquétipo do herói, gostam de aplausos e possuem muito carisma. Caetano Veloso possui uma carreira que ultrapassa 5 décadas e, apesar de ter passado por diferentes períodos e estilos musicais, sempre brilhou. No palco, mesmo quando decide ser acompanhado apenas pelo violão, é um verdadeiro pontinho brilhante no meio da multidão. Ambiciosos, os leoninos buscam seu lugar ao sol e esperam ser reconhecidos pelo que fazem, porém jamais admitem que, no fundo, são super inseguros. Leais e apaixonados, eles também sabem ser bravos quando precisam, de vez em quando até um pouco dominadores e autoritários, afinal estamos de falando de um leão, não é mesmo?

6. Tarsila do Amaral (Virgem)

Virginianos são regidos por Mercúrio – o rei da comunicação e, através de sua arte, Tarsila do Amaral foi uma grande comunicadora. Seu quadro mais famoso de todos – ‘Abaporu’, inaugurou o movimento antropofágico nas artes plásticas, em 1928. Uma das figuras centrais do movimento modernista no Brasil, ela estudou em Paris, onde conheceu Pablo Picasso e Fernand Léger, dos quais acabou absorvendo certas características. Os virginianos são práticos e precisam de um trabalho para se sentirem vivos, senão acabam perdendo as rédeas de sua própria vida. Bastante racionais, eles adoram o universo das ideias e amam estudar. Bastante questionadores e, às vezes, autoritários, a verdade é que eles são práticos, não gostam de drama e são extremamente leais e éticos. Tarsila nasceu em uma família nobre e rica, seus pais foram sempre muito eruditos e tinham o costume de ler em francês para os filhos. Como uma boa virginiana, a pintora era muito ligada a qualquer tipo de conhecimento, estudou pelo mundo inteiro, transformando tudo o que aprendeu, em arte.

7. Fernanda Montenegro (Libra)

Librianos são regidos por Vênus – a deusa do amor, da beleza e dos relacionamentos. Eles são requintados, justos e prezam pelo equilíbrio em tudo que fazem, sobretudo, em suas relações pessoais. Fernanda Montenegro é uma das atrizes mais elegantes do Brasil – em todos os sentidos – e esta, talvez, seja a característica mais marcante dos librianos, que podem estar furiosos, tristes, cansados e irritados, porém nunca perdem a pose e a gentileza. Vai ver que é porque os librianos não suportam bagunça, sujeira, brigas e ambientes desequilibrados. Os papéis de uma das atrizes mais icônicas do Brasil são sempre marcantes, mas carregam uma simplicidade invejada por muitos. De fato, ela carrega um equilíbrio e uma tranquilidade, que é muito própria dos sempre apaixonados librianos.

8. Pabllo Vittar (Escorpião)

Escorpianos são tão enigmáticos e misteriosos quanto sensuais e intensos. Regidos pelo elemento água, eles são profundamente emocionais e sensíveis e podem ser eternamente fiéis quando encontram o verdadeiro amor e alguém em quem confiem. Pabllo Vittar é o próprio arquétipo do escorpiano: poderoso, intenso e quente. Considerado símbolo LGBT e citado como exemplo de fluidez de gênero, pelo New York Times, a cantora, compositora e mais famosa drag queen brasileira, não consegue passar desapercebido por onde passa. Com uma presença de palco assustadoramente forte, ele sabe o que está fazendo, confia no seu taco e não tem medo algum do julgamento alheio. O maior responsável por impulsionar a inclusão de artistas drag e trans no cenário da música mainstream do Brasil, desde pequeno já sabia porque veio ao mundo!

9. Oscar Niemeyer (Sagitário)

O arquiteto mais famoso do Brasil, responsável por projetar diversos cartões postais brasileiros, assim como os prédios públicos de Brasília, foi um verdadeiro visionário. Os sagitarianos, representados pelo centauro, são metade animais, metade divinos e extremamente idealistas. Donos de uma sede intensa de viver, eles são lançadores de tendências e nada ortodoxos, pois o sagrado é o que vive dentro deles mesmos. Agitados e ansiosos, precisam de uma vida movimentada e sempre estão buscando novos estímulos, pessoas e lugares. Extremamente verdadeiros, para eles não existem meias verdades, pois na verdade estão sempre tentando encontrar um sentido para a própria vida. Niemeyer não somente projetou obras incríveis, que o fizeram ficar conhecido como uma das figuras-chave no desenvolvimento da arquitetura moderna, como soube transformar seu forte idealismo em curvas perfeitas, meio humano, meio divino.

10. Rita Lee (Capricórnio)

Capricornianos são os grandes trabalhadores do zodíaco. Determinados e incansáveis, quando eles querem uma coisa, não desistem nunca. Corretos e amorosos, possuem uma grande sabedoria sobre a vida, porém emocionalmente costumam ser bastante fechados. Quando encontram o verdadeiro amor, são leais até a morte e colocam a pessoa amada em um pedestal. Para os capricornianos, não basta fazer, tem que fazer bem feito e, se possível, ser o melhor. Rita Lee é cantora, compositora, instrumentista, atriz e escritora e, ao longo de sua carreira, caminhou por diversos estilos diferentes, criando um hibridismo pioneiro. Uma das mulheres mais influentes do Brasil, Rita é ex-integrante dos Mutantes, tida para muitos como a maior banda brasileira de todos os tempos. Fora tudo isso, ela ainda fala fluentemente inglês, francês, castelhano e italiano e possui uma quantidade imensa de prêmios, entre eles o Grammy Latino. Como uma boa capricorniana, Rita Lee nunca se contentou em ‘apenas’ fazer, ela dá o seu melhor e faz com excelência.

11. Tom Jobim (Aquário)

Dizem que os aquarianos vivem 100 anos na frente do resto do mundo, de tão visionários e modernos que são. Antônio Carlos Jobim foi ‘apenas’ um dos fundadores e principais representantes da Bossa Nova. Compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violinista, ele fazia muita coisa ao mesmo tempo, porém tudo com primor. Os aquarianos são regidos pelo elemento ar e uma das características mais marcantes deste signo é o raciocínio rápido e fluido. Sem preconceitos, eles sempre estão abertos ao novo, vivem por um ideal e são extremamente inteligentes. Líder natural, como todos os aquarianos, Tom Jobim foi o grande inventor da Bossa Nova e um dos maiores responsáveis por exportar a música brasileira para o mundo. Considerado o maior expoente e todos os tempos da música popular brasileira, pela revista Rolling Stone, Tom Jobim era tudo isso e mais um pouco.

12. Elis Regina (Peixes)

Conhecidos por sua complexidade, os piscianos sonham e sonham alto. Às vezes tão alto, que têm carta dificuldade em voltar para a realidade, mesmo porque eles não gostam de viver a vida como ela é, com seus boletos e mil coisas para gerir ao mesmo tempo. Extremamente sensíveis, eles são intensos, instáveis, dramáticos, mas extremamente generosos. Elis Regina foi uma das maiores intérpretes brasileiras, tendo sido comparada com Sarah Vaughan, Billie Holliday e Ella Fitzgerard e, viveu sua vida com intensidade, nos deixando muito cedo, com apenas 36 anos. Se os piscianos são seres extremamente adaptáveis e conseguem se moldar em praticamente qualquer ambiente, eles possuem uma forte propensão a vícios e falta de limites. Embora haja controvérsias sobre as causas da morte prematura da cantora, exames mostraram que ela morreu devido a uma combinação de álcool, remédios e cocaína. Ingênuos, os piscianos não acreditam na maldade humana e costumam ser presas fáceis de mal intencionados ou costumam chegar ao limite, depois de passarem muito tempo guardando mágoas e frustrações.

Publicidade Anuncie

Reprodução, Hemera e We Heart It


Gabriela Glette
Jornalista, ama poesia e cinema e está vivendo na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ator de ‘Aquaman’ prova que super-herói de verdade é quem vai visitar a avó