Inspiração

Erica Malunguinho: SP elege sua primeira deputada trans e isso é muito importante

por: Kauê Vieira


Antes de ser eleita deputada estadual em São Paulo, Erica Malunguinho da Silva já estava realizando uma verdadeira revolução na capital paulista. Primeira mulher trans a ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa, criou o Aparelha Luzia, quilombo urbano responsável por fomentar debates e disseminação da cultura entre artistas e intelectuais negros e a sociedade civil.

Desde a fundação, o Aparelha Luzia – localizado no centro da capital paulista, virou ponto de encontro de pessoas negras de todas as idades e regiões. Educação, artes cênicas e visuais, política, racismo, machismo, tudo é debatido neste celeiro inspiracional e inédito no país.

Erica Malunguinho viu sua representação ganhar novos significados. A pernambucana formada em história da arte pela Universidade de São Paulo foi eleita pelo PSOL e se coloca como a primeira mulher trans dona de um cargo eletivo na capital paulista. Agora, Malunguinho vai aplicar seus conhecimentos de artes, educação e capacitação de professores no legislativo. Luta contra homofobia, transfobia, machismo e racismo também estão no pacote.

A luta contra transfobia ganha uma representante de peso

Durante a campanha, que não contou com grandes valores, tampouco tempo de TV, Malunguinho diz pretender incentivar o turismo social em quilombos e territórios indígenas como estratégia de combate ao racismo e fomento da economia sustentável. Claro, direitos da população trans também integram os planos.

A conquista histórica foi recebida com emoção por membros do movimento negro e pessoas que acreditam em uma sociedade inclusiva. No Instagram, Erica agradeceu ao orixá Exu, divindade responsável pela comunicação e por abrir caminho. Laroyê, disse ela.

Laroyê, Exu!

Erica Malunguinho teve mais de 55 mil votos. Sua eleição mostra que São Paulo é resistência. Ao mesmo tempo em que deposita esperanças em candidatos que defendem conceitos contrários aos de Erica, a capital paulista não desiste de ocupar as trincheiras.

Assim como outras mulheres negras na política, a eleição de Erica Malunguinho são as sementes plantadas por Marielle Franco.

View this post on Instagram

Laroyê

A post shared by Erica Malunguinho (@erica.malunguinho50888) on


Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Kauê Vieira
Nascido na periferia da zona sul de São Paulo, Kauê Vieira é jornalista desde que se conhece por gente. Apaixonado pela profissão, acumula 10 anos de carreira, com destaque para passagens pela área de cultura. Foi coordenador de comunicação do Projeto Afreaka, idealizou duas edições de um festival promovendo encontros entre Brasil e África contemporânea, além de ter participado da produção de um livro paradidático sobre o ensino de África nas Escolas. Acumula ainda duas passagens pelo Portal Terra. Por fim, ao lado de suas funções no Hypeness, ministra um curso sobre mídia e representatividade e outras coisinhas mais.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Aos19 anos, brasileiro se torna mais jovem do mundo a iniciar mestrado em Harvard