Debate

Esta Youtuber fez um vídeo contra Jair Bolsonaro e recebeu racismo como resposta

Redação Hypeness - 30/10/2018


Nataly Neri tem mais de 400 mil seguidores em seu canal no YouTube. No Afros e Afins ela fala de tudo, racismo, autoestima, beleza, educação e política. Foi justamente esse último assunto o responsável por uma reação carregada de ódio e racismo.

A jovem resolveu publicar um vídeo explicando didaticamente os motivos para não apoiar o agora presidente eleito Jair Bolsonaro. “Essa aqui vai ser uma conversa muito honesta de uma pessoa que quer viver e comer”, disse.

Durante 16 minutos, ela apresenta dados, entrevistas do próprio Bolsonaro e elementos para defender seu ponto de vista. Depois de oficializado o resultado das eleições, Nataly foi alvo de uma enxurrada de comentários racistas.

Nataly é uma das grandes comunicadoras da atualidade

“Volta pra África, preta fedida”, é apenas um dos publicáveis.

Abalada com as ofensas, Nataly Neri disse no Stories do Instagram que iria denunciar todos os racistas “assim que me levantar dessa rasteira”.

A youtuber aproveitou para agradecer aos comentários carregados de afeto. “Obrigado pelas mensagens, mas a pior parte é que isso nem me atinge mais, a gente naturaliza e isso é uma merda”.

View this post on Instagram

Andando pelos comentários do vídeo no canal contra o Bolsonaro, esses foram alguns entre tantos outros comentários violentos, racistas e misóginos. De preta vagabunda e suja à puta arrombada comunista, a variedade de ofensas usadas e seus sinônimos não dão conta do ódio contido nas “pessoas de bem” que o novo governo quer apoiar e armar (medidas cabíveis judicialmente já estão sendo tomadas). Não fui só eu, estamos todos na zona de risco, como se nossas vidas se tornassem alvos nas costas. Pouco mais de 24h após a eleição do ex-militar as pessoas já se sentem confortáveis para destilar seu racismos e violências mil. Esse é o aval que esse governo está dando. E é contra isso e todos os possíveis retrocessos que seremos uma forte e constante oposição. Durante a manhã de hoje cai, me deixei abater, muito menos pelas ofensas racistas que, infelizmente nos acostumamos, e muito mais pelo contexto. Cai e vocês me ergueram, me fortaleceram. Me lembraram de todas as formas que eu não estou sozinha, e eu estou com vocês. 24h após a eleição enfim sinto sono e conseguirei dormir e só queria agradecer porque achei que esse dia nunca fosse acabar.

A post shared by Nátaly Neri (@natalyneri) on


 

Nataly Neri é uma das principais comunicadoras do YouTube. Enquanto sofria os ataques racistas, ela estava representando o Brasil no #YouTubeBlack, em Washington, nos Estados Unidos.

Apesar dos racistas de plantão, Nataly viu sua página receber vários comentários de pessoas que admiram e reconhecem seu trabalho. Ninguém solta a mão de ninguém.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Funcionária que viajou depois de pedir de isolamento domiciliar é demitida por justa causa