Inovação

Estudantes da UERJ criam stand up paddle ecológico 15 vezes mais barato que o comum

por: Vitor Paiva

A falta de dinheiro, o tempo livre e a preocupação com o lixo mal descartado inspirou um grupo de estudantes de Oceanografia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) a criar a Stand UPet, uma prancha de stand up paddle feita toda com material reciclável. Corria a greve da universidade quando eles decidiram formar um mutirão para coletar tudo que seria utilizado na confecção da prancha.

Feita principalmente com garrafas, a prancha utiliza pás de ventiladores como quilha. Enquanto as pranchas comuns chegam a custar R$ 3 mil, a Stand UPet custa em torno de R$ 200 – trata-se de um valor até 15 vezes menor. A ideia, no entanto, ainda não é de comercializar o projeto, mas sim a conscientização sobre o lixo plástico, o meio ambiente e o esporte que mobilizam a feitura.

Assim, aponta-se não só pra importância do reaproveitamento do lixo, o valor da prática esportiva mas também para a criação de uma alternativa barata e sustentável para um esporte de modo geral caro – e, com isso, excludente. O mar, porém, é para todos, e a Stand UPet leva essa máxima ao paroxismo, permitindo que pouco dinheiro, criatividade e o espírito do empreendedorismo ecológico, caminhar sobre as águas deixe de ser um milagre.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Carro voador é testado com sucesso no Japão