Futuro

Malásia pode se tornar primeiro país da Ásia a legalizar maconha medicinal

por: Redação Hypeness

A experiência em países que já legalizaram a maconha demonstra de forma irrefutável que, no futuro, olharemos para as leis que proíbem o uso medicinal ou recreativo da planta da mesma forma que, hoje, olhamos com espanto para outras absurdas legislações do passado. A legalização da maconha é um caminho inevitável para um mundo melhor e menos violento, caminhando para avanços sociais e medicinais importantes. Alguns países e regiões do planeta, no entanto, ainda se mantêm severamente conversador no que diz respeito às regulações sobre a maconha – e é por isso que a notícia de que o governo da Malásia vêm cogitando a hipótese de legalizar a erva para uso medicinal surgiu como uma alegre novidade.

A polícia malaia

Dois motivos amplificam o impacto de tal possibilidade: o fato da legislação malaia é uma das mais severas do mundo no que diz respeito às drogas, com previsão inclusive de pena de morte para o tráfico, e de que seria o primeiro país de toda a Ásia a legalizar o uso medicinal da planta. O debate começou depois que a opinião pública rejeitou veemente a condenação à morte de um homem por processar e distribuir óleo medicinal de Cannabis.

A Malásia não é o único país da região a se inclinar à legalização medicinal da maconha: na Tailândia, que também condena com pena de morte alguns crimes ligados à maconha, o Ministério da Saúde Pública vem tentando convencer o governo militar que comanda o país a estudar a possibilidade de uso medicinal da planta. Milhares já foram mortos nos últimos anos na região pelas mãos do inócuo e infinito combate às drogas, enquanto, no mesmo período, o Canadá, por exemplo, vê se criar uma indústria de mais de 60 bilhões de dólares a partir da maconha legalizada.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Web Summit 2019: ‘Não são os dados que estão sendo manipulados, é você’