Inspiração

Ninguém apareceu no ‘niver’ dele. Aí ele ganhou ingresso para ver o Lebron jogar

por: Redação Hypeness

Fazer aniversário é empolgante para quase toda criança, principalmente se você e sua família tiverem planejado uma comemoração com muita pizza e mais de trinta colegas convidados. Mas ir até a festa e descobrir que ninguém apareceu é de partir qualquer coração…

Essa história terrível aconteceu com Teddy Mazzini, um norte-americano que vive na cidade de Tucson, no Arizona, e completou 6 anos na semana passada. Sil Mazzini, mãe do garoto, contou que foram 32 convites enviados aos colegas do filho, sendo que alguns poucos responderam dizendo que não iriam. O resto nem se deu ao trabalho de avisar.

Um jornalista local entrou em contato com Sil e com a pizzaria para tentar confirmar se a história, que já estava viralizando, era verdadeira, e acredita que sim – ainda que muita gente duvide. Mas o calor da internet, com vários usuários mandando mensagens positivas e até se oferecendo para enviar presentes, ajudou a superar o momento.

E não parou por aí. O Phoenix Suns, time de basquete da NBA que joga a cerca de 2h de Tucson, ficou sabendo da história e resolveu presentear Teddy e a família ingressos para assistir ao duelo da equipe contra os Los Angeles Lakers, dando ao menino a chance de ver de perto Lebron James, um dos maiores jogadores da história.

Teddy também recebeu convites para acompanhar partidas do Phoenix Rising, um time de futebol da cidade, e do Arizona Coyotes, que disputa a competição nacional de hóquei no gelo – e inclusive promete celebrar com muitas pizzas quando ele puder ir acompanhar a partida.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mari Palma conta que pai deficiente visual fica à frente da TV para ouví-la