Arte

Obra de Banksy que se autodestruiu recebe novo nome e tem venda confirmada

por: Redação Hypeness

Mais de um milhão de libras por um stencil que se rasgaria assim que o martelo do leilão decretasse a oferta ganhadora. Se você acha que a pessoa que comprou a obra de Banksy que se autodestruiu no começo de outubro se arrependeu, não poderia se enganar mais.

A casa de leilões Sotheby’s, que realizou a venda, emitiu um comunicado para confirmar que a compradora decidiu concluir a transação pelo mesmo valor que havia sido acordado antes de a peça ser cortada por uma fragmentadora escondida na moldura.

Os mesmos 1,4 milhão de libras, equivalentes a R$6,88 milhões, serão pagos pela obra, que agora tem novo nome: se antes era Girl with Balloon, agora é Love is in the Bin, ou “O amor está no lixo”.

De acordo com a Sotheby’s, a compradora é uma colecionadora europeia, que concordou que a obra fosse exibida na galeria antes de ela retira-la. “Quando o martelo foi batido e a obra fragmentada, eu fiquei em choque, mas gradualmente comecei a entender que eu acabaria ficando com o meu próprio pedaço de história da arte”, declarou.

Alex Branczik, diretor de Arte Contemporânea da Sotheby’s, disse que “Banksy não destruiu uma obra de arte durante o leilão, ele criou uma. Depois da intervenção surpresa, temos o prazer de confirmar a venda da recém-intitulada Love is in the Bin, a primeira obra de arte criada ao vivo durante um leilão na história”.

Publicidade

Imagens: Reprodução/Sotheby's


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Artista mistura personagens de desenhos com monumentos reais