Ciência

Pacientes do DF não precisam mais acionar Justiça para uso de canabidiol

por: Vitor Paiva

Em meio a tantos retrocessos atuais e por vir, uma boa notícia vem, quem diria, justamente do Distrito Federal: o governo do DF publicou no Diário Oficial essa semana uma portaria que garante que os pacientes de lá não precisam mais entrar na justiça para conseguir o canabidiol. Para que o SUS possa custear a terapia, é preciso uma indicação médica e um agendamento, realizado pelo telefone 160 através de um cadastramento.

Um dos princípios ativos da Maconha, o canabidiol vem despontando como um medicamento revolucionário no tratamento de doenças como câncer, epilepsia, crises convulsivas, esclerose múltipla e diversas reações associadas a doenças do sistema nervoso central. A partir de agora, os usuários do óleo no DF não precisam mais atravessar o burocrático trâmite judicial.

Apesar dos incríveis resultados que o canabidiol vem trazendo para tais males, um dos problemas é seu alto custo – alguns remédios saem por não menos que 250 reais. Por isso, desde 2015 a Secretaria de Saúde já comprou 206 unidades de medicamento à base de canabidiol para mais de 21 pacientes. Entre tantos passos para trás, ao menos um pequeno porém significativo passo para o futuro pode ser comemorado no Brasil.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O que são os Acordos de Artemis e sua importância para um futuro pacífico na exploração espacial