Ciência

Por que nossos pelos ficam arrepiados? A ciência nos explica

por: Gabriela Glette

Existem várias situações que podem nos deixar arrepiados. Um ventinho frio passando sem avisar, o olhar profundo do amor da nossa vida, o show de nosso cantor preferido ou, talvez, uma história impressionante. Diferentes experiências podem fazer nossos pelos ficarem arrepiados e, apesar da ciência saber como isso acontece, ela ainda não sabe explicar exatamente o porquê.

Assim como no couro cabeludo, nossos pelos possuem raiz, onde existem pequenos músculos, que quando tensos ou contraídos, os fazem ficarem em pé. O mecanismo é relativamente simples, mas o mistério mora em decifrar o motivo. Por que o frio e uma coisa que nos emociona possuem exatamente o mesmo efeito sobre nós?

A teoria mais aceitável é a do instinto de sobrevivência. Há muito tempo, nossos antepassados possuíam muito mais pelos e cabelos do que temos hoje e, estes se levantavam formando uma camada de isolamento quando estava frio ou, para nos avisar de algum perigo. Porém, isso não explica porque ficamos arrepiados quando ouvimos nossa canção preferida, não é mesmo?

Pois é agora que você vai ficar impressionado (e, talvez até se arrepiar!). Segundo o pesquisador Mitchell Colver, da Universidade de Utah – Estados Unidos, as cordas vocais de um cantor experiente são treinadas para gritar em sintonia e, nossos cérebros sentem essas vibrações da mesma maneira que se fosse alguém em situação de perigo.

Passada a ‘situação de perigo’, o cérebro libera um fluxo de dopamina, que é um químico indutor da felicidade. Resumindo, o arrepio é como se fosse uma sensação de alívio por percebemos que não estamos em perigo e podemos relaxar. O corpo humano é realmente impressionante, não?

Publicidade

Fotos: Unsplash e Pixabay


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cogumelos mágicos são usados como terapêuticos contra a ansiedade de pacientes em estado grave no Canadá