Debate

‘Preta galinha’: alunos fazem ofensas racistas e sexistas a professora em escola pública de SP

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

A professora Odara Dèlé sentiu na pele os efeitos do racismo. Ao entrar na sala de aula, foi surpreendida com os seguintes dizeres na porta: “preta galinha”, acompanhado do desenho de uma suástica (símbolo do nazismo).

Chocada, a educadora registrou as ofensas racistas em vídeo e abriu um Boletim de Ocorrência por injúria racial. Odara é conhecida entre artistas e educadores por um trabalho sério na valorização da cultura negra e africana.

“O primeiro sentimento foi de incapacidade como educadora. Além disso, tenho trabalho já desenvolvido relacionado com a cultura africana, afro-brasileira, de rememorar sua importância, as contribuições da população negra na nossa sociedade. Mesmo assim, esses alunos demonstram que este trabalho feito não adiantou de nada”, disse.

Odara desabafou nas redes sociais e abriu Boletim de Ocorrência

Segundo o portal G1, três adolescentes foram apontados como autores das ofensas racistas e sexistas. Pelo menos um deles assumiu responsabilidade. A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo disse por meio de nota que repudia “qualquer ato de preconceito e discriminação”.

A professora está recebendo apoio da escola e os pais dos autores dos xingamentos racistas e machistas vão ser chamados para uma reunião. O fato aconteceu no colégio estadual Rui Barbosa Conselheiro, no Tremembé, Zona Norte de São Paulo.

Publicidade Anuncie

Foto: Reprodução/Facebook


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem tenta explicar feminismo e Kéfera destrói no Encontro com Fátima