Ciência

A cidade do Mato Grosso que fica dentro da maior cratera de asteroide da América do Sul

por: Redação Hypeness

Já falamos aqui sobre a cratera de Batagaika, na Sibéria, mas será que você já ouviu falar desta cidade no Mato Grosso que fica inteirinha em uma cratera de asteroide?  Trata-se de Araguainha, a terceira cidade menos populosa do Brasil, com menos de mil habitantes.

A cratera em que o município se encontra é a maior do tipo gerada por um asteroide na América do Sul, com cerca de 1,3 mil km² – ou 40 km de diâmetro. Para se ter uma ideia, toda a região metropolitana de São Paulo caberia na cratera, ocasionada pela queda do astro durante o período mesozóico, há cerca de 250 milhões de anos.

Segundo o Uol, o asteroide que atingiu a área tinha pouco mais de 1,7 quilômetros de extensão – três vezes mais do que um corpo similar descoberto pela NASA, que pode eventualmente acabar com a vida na Terra nos próximos 100 anos. O impacto do antigo asteroide também foi grande: ele teria destruído tudo que se encontrava em um raio de cerca de 250 km, além de causar um rápido aquecimento, seguido de terremotos e tsunamis.

Acredita-se que a colisão tenha sido responsável pela extinção de cerca de 90% das espécies que existiam então no planeta. O impacto foi mais forte do que o que ocasionou a extinção dos dinossauros, há cerca de 65 milhões de anos.

Leia também: Imagem mostra crianças sírias brincando em piscina formada por buraco de bomba

Publicidade

Fotos: Reprodução Facebook/Prefeitura de Araguainha


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mapa interativo mostra o assustador desaparecimento do gelo do Ártico