Inspiração

Amor&Sexo leva vovós para falar de aceitação de LGBTs: ‘Orgulho dessa gente que resiste com a cara no sol’

por: Redação Hypeness

Apesar das críticas, o programa Amor & Sexo segue firme debatendo liberdade sexual e de gênero.

Na última edição, a atração comandada por Fernanda Lima falou sobre diversidade e aceitação dos LGBTs com a presença de mulheres da terceira idade.

As vovós quebraram todos os tabus possíveis sobre finitude sexual e deram uma lição de apoio e acolhimento. Além disso, o programa contou com a participação de Daniela Mercury, sua mulher Malu, o cantor Pabllo Vittar, Gloria Groove, entre outros. 

“O amor destrói qualquer preconceito”, disse uma das senhoras sobre a neta, que é lésbica. Fernanda Lima respondeu dizendo, “orgulho dessa gente que resiste com a cara no sol”.

Diversidade em pauta na TV aberta

Os convidados apresentaram histórias emocionantes de superação, lutas e claro, o processo e aceitação da comunidade LGBT. Aliás, aceitação seria o termo correto? Na verdade, trata-se de uma busca pelo respeito e o fim da homofobia no Brasil, um dos países mais inseguros para pessoas LGBT viverem.

Pabllo, que já fez parte do elenco de Amor & Sexo, agradeceu emocionado pelo apoio.

As avós deram exemplo de pensamento coletivo e mente aberta

“Vocês me ensinaram muita coisa. Se hoje estou alcançando lugares que nunca pensei que fosse alcançar foi graças ao apoio de vocês, dos meus fãs e da minha família. Eu estava morrendo de saudades”, encerrou.

Mais uma vez, Fernanda Lima ressaltou a resistência, orgulho e luta como elementos fundamentais para os avanços sociais. “O ‘Amor & Sexo’ acordou cheio de orgulho. Orgulho dessa gente que ama ser quem é num mundo que insiste em matar quem não é. Orgulho dessa gente que não desiste, resiste e reexiste”.

O estímulo à diversidade foi a pauta do Amor & Sexo

O ator José Loreto aproveitou a oportunidade para se desculpar com um amigo gay. Ele disse que por causa da sua orientação seuxal, se recurou em dividir o mesmo quarto com o rapaz.

“Lá em casa, meninos e meninas dormiam em quartos separados. Tenho um grande amigo que é gay, que era muito amigo da minha irmã. Uma vez, por preconceito, não quis dormir no mesmo quarto que ele. Qual era meu medo? Ficar apaixonado e me descobrir gay? Pedro Bonelli, me desculpa! Até hoje não tive coragem de me desculpar por ter ficado constrangido em dormir com ele. Depois disso, ele já dormiu na minha casa, eu na casa dele”.

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Internos da Fundação Casa estão na final de Olimpíada de Matemática