Sustentabilidade

Aquecimento climático de São Paulo atinge o dobro da meta global

por: Mari Dutra

São Paulo já ultrapassou o dobro da meta global de aquecimento prevista para 2100. As mudanças climáticas colocam em risco a vida de mais de 1 bilhão de pessoas no mundo e poderiam ser reduzidas caso diminuíssemos nosso consumo de carne em 90%.

Em dezembro deste ano ocorre a COP 24 (24ª Conferência do Clima), evento que busca oferecer um espaço de negociação para que governos, indústrias e a população criem alternativas para frear o aumento da temperatura – um problema que, pasmem, pode acabar com a oferta de cerveja no mundo. A meta estipulada é de que os termômetros não subam mais do que 1,5ºC até o final do século. Entretanto, São Paulo já registra um aquecimento de quase 3ºC.

Largo do Paissandú, São Paulo

O coordenador do programa USP-Cidades Marcos Buckeridge destacou em entrevista ao Uol quais são os principais problemas qua a cidade deve enfrentar devido às mudanças. O prognóstico não é nada animador e envolve mais enchentes, morte de idosos, aumento das emissões devido ao uso de transportes e energia, faltas de água, alterações nos ciclos de produção de alimentos e uma intensificação no contágio de doenças infecciosas.

Publicidade

Créditos das fotos sob as imagens


Mari Dutra
Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Emergência climática revela cadáveres ‘enterrados’ em geleiras