Inspiração

David Bowie criou seu próprio provedor de internet durante os anos 90

Gabriela Glette - 30/11/2018 | Atualizada em - 02/06/2019

Que David Bowie era um artista completo e a personificação do que podemos considerar um gênio, isso nós sempre soubemos. Porém, o seu talento era mesmo infinito. Em 1998, o artista criou seu próprio provedor de internet, o primeiro serviço criado por um artista – o BowieNet. A ideia era que o negócio funcionasse como uma espécie de comunidade para seus fãs, que pagando US$ 19,95 mensais, poderiam se conectar à rede e teriam acesso a conteúdos exclusivos.

david bowie provedor 1

O BowieNet possuía uma página inicial customizada, endereço de email próprio, grupos de notícias e, inclusive, salas de bate papo, que o próprio artista utilizava com o apelido de Sailor. Em seu auge, o provedor, que era oferecido através da UltraStar Internet Services chegou a ter mais de 100 mil assinantes.

david bowie provedor 3

Infelizmente, nos anos 2000, quando outros serviços do gênero foram surgindo, ele tornou-se irrelevante e acabou sendo desativado, em 2006. Entretanto, podemos dizer que sua criação foi pioneira no conceito de redes sociais, como MySpace e Facebook. David Bowie continua sempre a nos surpreender!

david bowie provedor 3

Através de seu provedor, ele e sua equipe compartilhavam vídeos, entrevistas e outros conteúdos, como este abaixo:

Publicidade

Fotos: We Heart It


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
District Six: a incrível (e terrível) história do bairro boêmio e LGBTQI+ destruído pelo apartheid na África do Sul