Arte

França promete devolver obras de arte africanas roubadas durante colonização

por: Joao Rabay

Não é novidade para ninguém que as potências europeias se aproveitaram e mundo do colonialismo na África (e nas Américas) para acumular o capital financeiro e cultural que exibem hoje. Mas o que é original e surpreendente é a intenção da França de devolver obras de arte que foram tomadas da África nos últimos séculos.

O jornal Libération publicou um relatório elaborado por especialistas que propõem mudanças nas leis sobre o patrimônio artístico francês, o que abriria caminho para que milhares de obras de arte, artefatos e documentos sobre a história e a cultura da África sejam devolvidos a seus países de origem, seguindo uma promessa feita pelo presidente Emmanuel Macron.

De acordo com o veículo, são milhares de joias, máscaras, estátuas e objetos nativos sagrados. Um documento de 40 volumes classifica os itens por tipo e país de origem – no total, a França possui 90 mil peças oriundas do continente africano. Vale lembrar que, entre os séculos 19 e 20, a França dominou territórios hoje conhecidos como Camarões, Congo, Costa do Marfim, Mali e Senegal, entre outros.

De acordo com o Libération, os caminhos que fizeram as obras chegarem à França são variados: há desde saques a comunidades tradicionais a itens entregues formalmente durante o período de colonização, além de objetos comprados por negociadores franceses, que se aproveitavam da condição financeira dos africanos para fazer aquisições por preços bem abaixo daqueles que especialistas considerariam justos.

Publicidade

Fotos das obras de arte via Wikimedia Commons


Joao Rabay
Gosta de ler boas histórias para aliviar a mente no meio de tantas notícias ruins. Ainda acredita que elas podem inspirar boas mudanças e fica feliz quando pode contá-las.


X
Próxima notícia Hypeness:
Artista pinta mulheres negras com cabelo de verdade e forma quadros super criativos