Debate

Jovem símbolo da luta contra armas de fogo é morta com bala perdida

por: Redação Hypeness

Sandra Parks, de 13 anos, ganhou notoriedade por uma redação criticando o “estado de caos” vivido pelo mundo. O texto ficou em terceiro lugar em um concurso homenageando Martin Luther King Jr. nos Estados Unidos.

A adolescente acreditava que as armas de fogo eram responsáveis pela instauração do “caos de quase todos os dias” em Milwaukee, onde vivia com a família. Na noite de segunda-feira, Sandra acabou morta atingida por uma bala perdida. Ela estava assistindo TV no quarto.

A jovem defendia o controle de armas

A informação foi confirmada pela mãe, Bernice Parks, que disse ter acordado com o barulho dos tiros. “Ela era tudo o que o mundo não era. Minha bebê não era violenta. Não gostava de violência”, declarou. A bala atingiu Sandra no lado direito das costas.

Isac Barnes, de 26 anos e Untrell Oden, de 27, foram presos pela polícia de Milwaukee. Barnes é acusado de homicídio doloso e porte ilegal de arma. Segundo a Associated Press, Oden responde por porte ilegal de arma.

Em luto, Berenice criou uma página, GoFundME, para cobrir o serviços funerários da filha. “Ela era aluna do oitavo ano e tinha esperança de fazer faculdade para ser escritora”.

Tom Barrett, prefeito de Milwaukee lamentou o ocorrido. “Tragicamente, sua morte foi causada por alguém que simplesmente decidiu atirar em uma área residencial. Isso faz parte da insanidade que vemos em Milwaukee, que vimos ontem em Denver, e em outras cidades, na zona rural, no subúrbio, isso está ocorrendo de novo e de novo”.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Emílio Surita faz piada machista com Greenwald após briga com Nunes e é detonado nas redes