Debate

Ministro das Relações Exteriores diz que aquecimento global é trama marxista

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Indicado por Olavo de Carvalho, Ernesto Araújo foi tema de uma longa análise publicada no The Guardian. O tabloide britânico destacou o fato do Ministro das Relações Exteriores classificar o aquecimento global como “uma invenção marxista”.

“Esse dogma vem servindo para justificar o aumento do poder regulador dos Estados sobre a economia e o poder das instituições internacionais sobre os Estados nacionais e suas populações, bem como para sufocar o crescimento econômico nos países capitalistas democráticos e favorecer o crescimento da China”, escreveu em seu blog pessoal.

O diplomata de 51 anos e que nunca chefiou uma embaixada no exterior, continua dizendo que a causa ambiental foi criada por “escritores românticos”. Para o novo chanceler brasileiro, “a esquerda sequestrou a causa ambiental e a perverteu até chegar ao paroxismo, nos últimos 20 anos, com a ideologia da mudança climática, o climatismo”.

A nomeação do chanceler assusta pelo nacionalismo exagerado

Além de culpar Karl Marx pelo aquecimento global, Ernesto garante que a globalização é comandada pelo “marxismo cultural”. Assim como Bolsonaro, ele crê que o mundo precisa se “libertar da ideologia”.

Quero ajudar o Brasil e o mundo a se libertarem da ideologia globalista. Globalismo é a globalização econômica que passou a ser pilotada pelo marxismo cultural. Essencialmente é um sistema anti-humano e anti-cristão. A fé em Cristo significa, hoje, lutar contra o globalismo, cujo objetivo último é romper a conexão entre Deus e o homem, tornado o homem escravo e Deus irrelevante. O projeto metapolítico significa, essencialmente, abrir-se para a presença de Deus na política e na história.

Ernesto Araújo vai além. No blog Metapolítica 17: contra o globalismo, ele acusa o Partido dos Trabalhadores de “criminalizar a reprodução, dizendo que as relações heterossexuais são equivalentes ao estupro e que todo o bebê representa um risco ao planeta e ao aumento das emissões de carbono”.  Ele também culpa o PT pela criminalização da carne vermelha, do petróleo, ar-condicionado e filmes da Disney.

“O ideal do PT (já expresso por alguns ecologistas radicais) é que a espécie humana não existisse. Já que existe, ainda, vamos fazer dela o pior possível, para que a humanidade se odeie tanto a ponto de um dia cometer suicídio. Sim, o Projeto Totalitário, do qual o ‘Partido dos Trabalhadores’ faz parte integralmente até a medula dos seus ossos e até o fundo do buraco que tem no lugar do coração, é levar a humanidade ao suicídio. Para isso precisa destruir a alegria de viver, que depende da liberdade. Censurar o Whatsapp é mais uma tentativa”.

Ernesto Araújo diz que a esquerda criminalizou os filmes da Disney

Parece fake news, mas não é. Aliás, sobre o aumento de notícias falsas, o futuro Ministro das Relações Exteriores culpa, mais uma vez, a esquerda. Para o chanceler, pessoas como Trump tentam descentralizar o poder das mídias hegemônicas e do próprio campo político à esquerda.

“A esquerda apoderou-se da expressão fake news e girou-a para o outro lado, passando a utilizá-la para atacar justamente as fontes alternativas de informação (redes sociais, Youtube, etc). ‘Cuidado com as fake News’ passou a ser um pretexto para censurar e calar as vozes que tentam trazer ao público aqueles enormes pedaços da realidade que a grande mídia controlada pela esquerda desprezou, porque não correspondiam à narrativa que ela quer promover”.

A nomeação de Ernesto Araújo causou apreensão entre membros do Itamaraty e da diplomacia internacional, sobretudo por causa de opiniões controversas sobre aquecimento global.

“O Brasil exerce um papel significativo no Acordo de Paris. Seria muito ruim para a imagem do país adotar uma ideologia como esta”, disse ao The Guardian Carlos Rittl, secretário executivo do grupo brasileiro Observatório do Clima.

Publicidade

Fotos: EBC/Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Caçador morre em MT após se desequilibrar e disparar arma na queda