Arte

O incrível manual de caligrafia do século XVI que está disponível para download gratuito

Redação Hypeness - 13/11/2018 | Atualizada em - 10/09/2020

Se hoje, a tecnologia nos oferece uma gama infinita de fontes e tipografias, antigamente a realidade era outra. Cartas, documentos e livros dependiam da boa caligrafia das pessoas, que muitas vezes, se especializavam nisso, como Georg Bocskay, secretário do Sacro Imperador Romano Ferdinand I, que com o intuito de preservar seu legado, criou este maravilhoso manual de caligrafia, em 1561.

manual caligrafia 1

Com o objetivo de deixar registrado para a posteridade todos os tipos de escrita criados por ele, o secretário deu um jeito de eternizar sua arte, hoje disponível para download gratuito. As ilustrações foram feitas 30 anos depois, a pedido do neto de Ferdinand, o imperador Rudolph II. Decidido a deixar sua própria marca no manual, ele contratou o ilustrador húngaro Joris Hoefnagel para deixar o livro um pouco mais artístico e colorido.

manual caligrafia 2

Graças ao Getty Museum – em Los Angeles, esta raridade pode ser de qualquer um que fizer o download. Se você quiser impressionar alguém e escrever uma carta com uma caligrafia criada no século XVI, já sabe o que fazer, não é mesmo?

manual caligrafia 3

manual caligrafia 4

manual caligrafia 5

manual caligrafia 6

Publicidade

Fotos: Getty Museum


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.


Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Dia contra a Homofobia: filmes que mostram a luta da comunidade LGBTQIA+ pelo mundo