Cobertura Hypeness

Popload Festival chega à 6ª edição com mistura de sons, drinks poderosos e line up pesado

por: Redação Hypeness

O Popload é referência quando pensamos em festival. O evento chegou à sua 6ª edição no feriadão do dia 15 de novembro, ocupando o Memorial da América Latina, em São Paulo, com programação de qualidade, bons drinks e 14 mil apaixonados por música. Neste ano, o palco principal reuniu algumas das bandas mais legais do cenário internacional, além de boas doses de apresentações brasileiras. Sorte do Hypeness que estivemos por lá, graças ao convite de Tanqueray.

Ao todo, foram sete atrações oficiais no palco principal e outras três que se intercalavam nos intervalos dos shows. A parte internacional do line-up teve o sucesso maravilhoso dos anos 70, Blondie, com Debbie Harry nos vocais. Incrivelmente afinada e com presença de palco, a cantora mandou hits como “Heart of Glass” e “Maria”, além de novidades como “Doom or Destiny”, “Fun” e “Long Time”. As bandas MGMT, Death Cab For Cutie e At The Drive-In também passaram pelo palco nesta edição do Popload.

A cantora Lorde foi a headliner do Popload, em show único pela América do Sul. Elegante em um look esvoaçante, ela cantou e dançou, falou muito com a plateia – mandando até umas palavras em português – e fez a alegria dos fãs que dançavam emocionados. No repertório, Lorde incluiu as canções do segundo disco e alguns sucessos primeiro, além do hit “Royals”.

A música “Liability”, que ela explicou ser sobre pessoas que tentam enquadrar os outros em uma caixa e fazer sentirem menores do que são. “Brasil, eu sei que hoje vocês têm gente tentando podar e diminuir vocês, mas saibam que apoiamos e amamos vocês”, disse.

O evento começou lindo ao som de Letrux e sua “Noite de Climão”. Na sequência rolou uma apresentação conjunta de Tim Bernardes, da banda O Terno, com Mallu Magalhães em um show idealizado exclusivamente para o festival. Tim Bernardes atacou entre o piano e a guitarra, enquanto Mallu alternava violão e teclado. A dupla tocou embaixo de chuva, o que não impediu os fãs de dançarem com eles. Rolaram músicas dos dois álbuns solos e alguns covers, como “It’s all over now, baby blue”, de Bob Dylan, misturada à “Negro amor”, versão brasileira de Caetano Veloso.

Tim Bernardes ainda compôs o trio O Terno, que subiu ao palco lateral acompanhado da cantora Lineker, em uma apresentação também inédita. Os quatro se divertiram no palco que tinha músicas selecionadas pela plateia via aplicativo para celular. Por ali passaram também Céu, Tropkillaz e a Superbanda, formada por integrantes de diversos grupos.

Para acompanhar a festa, os bons drinks de Tanqueray

No bar especial da Tanqueray, montado exclusivamente para o festival com decoração que misturava peças em madeira e folhagens, o carro-chefe da marca era servido em duas versões. O clássico Tanqueray & Tonic ganhou destaque, mas estava ali uma novidade para todos provarem e se apaixonarem: uma versão do gin tônica somado a fatias de morango e um toque de mel. Nada como aproveitar todas as experiências e misturas que ele oferece!

Aprecie com moderação.

Não compartilhe com menores de 18 anos.

 

Publicidade

Fotos: Luiza Ferraz, Fabricio Vianna e Gabriela Rassy


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Deezer celebra Consciência Negra com playlists criadas por Elza Soares, Carlinhos Brown entre outros