Debate

‘Roubada, enganada e desrespeitada’, desabafa Xuxa sobre produtora

por: Redação Hypeness


Xuxa passou por poucas e boas no último fim de semana. A apresentadora se deslocou até Fortaleza para uma apresentação e acabou impedida de voltar ao Rio de Janeiro. De acordo com a ‘rainha dos baixinhos’, uma irregularidade na aeronave fretada foi o motivo dos problemas.

A Planner Eventos – responsável pela contratação de Xuxa, foi impedida pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) de decolar com o jato particular. Segundo o órgão, o avião não pode realizar o serviço de táxi aéreo. No embarque, a loira e sua equipe foram barrados.

“No caminho ao aeroporto ficamos sabendo que nosso avião tinha tido pane, fiquei bastante preocupada. Chegando aqui, descobrimos que nosso avião, que tinha sido contratado era uma furada, estava sendo usado como táxi aéreo, mas não era permitido, então nosso avião vai ficar preso até segunda-feira”, relatou nas redes sociais.

Xuxa ficou 12 horas no aeroporto

Na última segunda-feira (26), Xuxa voltou a falar sobre o assunto durante evento realizado em São Paulo. Em entrevista ao UOL, ela lamentou ter tido que pagar os custos da viagem do próprio bolso e garantiu que vai processar a produtora.

“Fui enganada. Qualquer pessoa colocada dentro de um avião clandestino é levada para um lugar. Depois mentem dizendo que é uma pena, depois mente dizendo que não sabia, depois mente dizendo que tudo vai se resolver. Eu tive que pagar o avião para voltar. Isso não é ser enganada?”, questionou.

View this post on Instagram

Recife não farei o show no dia 1 de dezembro. Sinto muito.

A post shared by Xuxa Meneghel (@xuxamenegheloficial) on


Xuxa acusou a Planner Eventos de não oferecer suporte e que desligou suas ligações. A cantora ficou 12 horas no aeroporto de Fortaleza antes de conseguir contratar um voo particular.

“Meu irmão está dormindo ali no chão, meu sobrinho também. Todo mundo aqui na sala de espera. Nada acontece. Estou presa aqui porque a contratante não cumpriu o contrato, que inclui me buscar e levar de volta para casa. Vocês acham que seria legal chamar a polícia?”

Paula Bessa, empresária e representante da Planner Eventos, garante que não foi bem assim. Ela diz que conversou com a agente de Xuxa, Mônica Muniz, oferecendo assistência. Paula explicou ao G1 que a alteração da empresa de táxi aéreo foi aprovada pela produção de Xuxa. Ela ressaltou que a indicação da companhia foi feita por parceiros.

“Ela poderia ir para o hotel que reservamos, mas ela optou por ir embora por causa da Sasha [que voltaria para Nova York naquele domingo]. E eu entendo, claro. Depois a Mônica disse que eles conseguiram um avião e ficava no valor de R$ 122 mil e eu avisei que os cartões da empresa não tinham esse valor”.

Xuxa realizaria mais um show pela produtora em 1º de dezembro, em Recife. O evento foi cancelado e os ingressos serão reembolsados pela Planner Eventos.


Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Grife se desculpa por fotografar modelos brancos com cabelo trançado