Debate

Após 330 mulheres denunciarem abusos sexuais, João de Deus tem prisão decretada

por: Redação Hypeness


A Justiça decretou a prisão de João de Deus depois das mais de 300 denúncias de abusos sexuais em na Casa Dom Inácio de Loyola, Abadiânia, Goiás.

A informação foi confirmada por um dos advogados do médium. Thales Jayme disse que foi informado sobre o mandado, mas não tinha recebido o documento até às 12h30.

“Foi dito hoje, por uma fonte fidedigna, que a prisão havia sido decretada, estava de posse do mandado de prisão e com alguns policiais trabalhando, que eu visse a possibilidade de se apresentar, como seria, uma situação menos dolorosa, estou indo a Anápolis para ver se consigo falar com alguém”, declarou o advogado ao G1.

João de Deus está sendo procurado pela polícia

O nome de João de Deus ganhou destaque após denúncias de mulheres, que conversaram com o jornalista Pedro Bial sobre o assunto. A repercussão foi grande e suficiente para que outras vítimas tomassem coragem de expor as práticas do médium. Após a repercussão nacional, o Ministério Público de Goiás afirma ter recebido 330 denúncias de mulheres relatando abusos sexuais.

A organização Vítimas Unidas, criada por mulheres abusadas pelo ex-médico Roger  Abdelmassih (condenado a 181 anos de prisão), foi fundamental para jogar luz sobre a história de João de Deus. O grupo foi procurado pela ativista Sabrina Bittencourt, que representava uma das filhas de João de Deus. Lado a lado, elas construíram e organizaram os inúmeros relatos contra o médium.

Na quarta-feira (12), João de Deus apareceu pela primeira vez em público na porta da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. Ele se diz inocente. “Agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus. Quero cumprir a lei brasileira. Estou nas mãos da lei. João de Deus ainda está vivo”, explicou. O médium permaneceu apenas 10 minutos no hospital espiritual.

Xuxa pede perdão 

As mais de 300 acusações de abuso sexual contra o médium João de Deus provocaram a manifestação de anônimos e famosos. Entre eles está Xuxa. A apresentadora confirmou ter conhecido João, pediu desculpas aos fãs e disse que se sente enganada.

A loira conta que fez uma gravação com ele na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. Xuxa revela que chegou a sentir carinho pelo médium.

“Tô aqui pra falar do João de Deus. Quero dizer para vocês que o conheci. Fui lá fazer uma gravação, que não foi ao ar na Rede Globo. O conheci e tive um carinho muito especial por ele, gostei daquela pessoa que eu conheci lá. Infelizmente, eu me enganei. E me enganei feio. Então, tô vindo aqui pra pedir desculpa a vocês, porque eu já divulguei o documentário dele, falei que era uma pessoa legal e tudo. Me sinto na obrigação de dizer a todos vocês que estou até um pouco envergonhada com tudo isso”, encerrou.

Xuxa está arrependida de ter conhecido João de Deus

A apresentadora aproveitou a exposição para manifestar apoio às mulheres que estão denunciando os abusos realizados por João de Deus. Mais de 300 pessoas acusam o líder religioso.

“Falando em vergonha, queria que vocês também entendessem que essas pessoas não falaram no passado por vergonha, por medo, querendo esquecer tudo isso. Mas eu quero dizer pra todas vocês, mulheres que passaram por isso, que eu estou com vocês. Eu sinto muito, muito mesmo. Muito, de verdade. Um beijo a todas vocês. E, por favor, se tiverem mais mulheres, denunciem. Porque pessoas como essa e outras tem que pagar por isso”.


Publicidade

Fotos: foto 1: EBC/foto 2: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Débora Nascimento fala sobre namorado e fase pós-José Loreto