Debate

EUA: Nova lei pode igualar todos abortos a homicídios, punindo mulheres com prisão perpétua

por: Redação Hypeness

O aborto é uma das questões mais polêmicas que existem. Entre manifestações de famosas como Emma Watson e Bruna Marquezine, bons resultados do fim da proibição em Portugal e mudanças na lei na Argentina, há também ameaças a ativistas e retrocessos legais. E o tema também mexe com os Estados Unidos.

Joseph Silk, um senador estadual de Oklahoma, apresentou uma proposta de lei que tornaria o aborto um crime tão grave quanto os homicídios, que no estado são passíveis de punição com prisão perpétua.

A proposta não menciona qualquer exceção, mesmo em casos como estupro, incesto ou gestações em que a vida da mãe está em risco. “Vai ser classificado como homicídio porque um óvulo fertilizado é uma vida humana, assim como um bebê de um ano”, declarou o político republicano.

O projeto de Silk pede que o estado de Oklahoma ignore todas as leis federais relacionadas ao aborto, incluindo uma decisão de 1973 que legalizou o direito de escolha das mulheres. Vale lembrar que nos EUA as leis federais se sobrepõem às estaduais, então não está claro como a proposta de Silk seria implementada – isso se for aprovada pelos seus colegas de senado.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
No abismo racial brasileiro, mulheres negras recebem metade do salário de homens brancos