Estilo

Fotos do lendário Les Skuse, fundador de um dos primeiros clubes de tatuagens do mundo

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

As tatuagens têm ganhado cada vez mais adeptos nos últimos tempos, transformando a pele em arte ou grito de guerra, e é sempre bom lembrar da velha guarda e do caminho que tatuadores percorreram até ter seu trabalho reconhecido.

Um dos mais importantes de que se pode falar é o inglês Les Skuse, que nasceu em 1912 e aprendeu a tatuar com 16 anos. Morador de Bristol, ele aprendeu a arte com Joseph Hartley, provavelmente o único tatuador da região até que Skuse apareceu.

Ele abriu o próprio estúdio antes de completar a maioridade e, ao longo da carreira, se firmou como uma das maiores referências em tattoos da Europa, tendo fundado o Grêmio Britânico de Tatuagem e o Clube de Tatuagem de Bristol, onde muitos jovens tatuadores foram formados.

Durante a Segunda Guerra, Skuse lutou pelo exército britânico e tatuou vários de seus companheiros. Ele chegou a ser escolhido campeão do concurso Artista de Tatuagem da Inglaterra, em 1955, como reconhecimento pelos avanços que ele capitaneou em termos artísticos e técnicos.

O inglês era ávido por aprender e voou várias vezes para os Estados Unidos para trocar experiências com tatuadores locais, que também o visitavam na Inglaterra. Les Skuse tatuou até 1973, quando faleceu, mas deixou como herança uma família ligada à tatuagem: seus dois filhos e o neto seguiram os passos do patriarca e também ganham a vida com as agulhas.

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
C&A abre 1 mil vagas de emprego em todo o Brasil para pessoas trans