Debate

Internet sugere boicote ao Carrefour por morte de cachorro

por: Redação Hypeness

O assassinato brutal de um cachorro no estacionamento de uma grande rede de supermercados não deixou apenas os defensores dos animais chocados.

O impacto da morte do cão, que pode ter sido envenenado e agredido com pauladas foi tão grande, que os internautas estão pedindo o fim da parceria entre o MasterChef e o Carrefour.

Acontece que o animal foi encontrado morto na unidade de Osasco da rede. O cachorro, que chegou a ser resgatado pelo Centro de Controle de Zoonoses mas não resistiu, foi abandonado e desde então perambulava pelas dependências da loja da Avenida dos Autonomistas.

As tags #carrefournuncamais #boicotecarrefour #carrefournao ganharam força nas últimas horas, aumentando o coro de boicote aos supermercados da marca. Como era de se esperar, a crise respingou no reality show culinário. O MasterChef teve o nome lembrado, pois é patrocinado pelo Carrefour, que oferece produtos para o preparo dos pratos.

O crime deixou todo mundo chocado

Os usuários das redes sociais exigem uma manifestação da Band, responsável pela exibição do programa e ressaltam a postura de defesa dos animais adotada pela jurada e chef de cozinha Paola Carosella. A emissora não se pronunciou sobre o assunto até o momento.

O Carrefour afastou a equipe de segurança e diz estar aguardando os desdobramentos das investigações policiais. O mercado reitera compromisso contra os maus-tratos.

Uma manifestação foi convocada por ativistas e pessoas sensíveis com a situação para o próximo sábado (7). Já são mais de mil nomes confirmados.  A versão de agressão ou envenenamento ainda não foi confirmada pela polícia. Manifestantes pretendem usar roupas pretas e prometem levar flores e velas em sinal de luto.

 A tese de abandono é defendida por testemunhas. Segundo elas, o cãozinho recebia água e comida de alguns funcionários da loja, contudo, de acordo com os relatos, teria sido morto a pauladas e envenenado por um dos seguranças do supermercado. Dizem, as testemunhas, atendendo aos pedidos de um superior.

Imagens publicadas no Stories do Instagram da ativista Luisa Mell mostram os momentos que antecedem a morte do cachorro. No vídeo, é possível ver um segurança de terno escuro, que teria agredindo o animal na porte de fora do estabelecimento.

 

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Por que a África lidera o ranking de mulheres em conselhos administrativos