Inspiração

Marta é primeira mulher a receber homenagem na calçada da fama do Maracanã

por: Redação Hypeness

Marta segue mostrando que é uma das maiores atletas da história do esporte mundial. A camisa 10 da seleção se tornou agora a primeira mulher homenageada na calçada da fama do Maracanã.

Eleita seis vezes a melhor do mundo, a jogadora deixou a marca de seus pés ao lado de nomes como Pelé, Zagallo e Zico. A cerimônia aconteceu na última segunda-feira (10) e Marta terá também um espaço exclusivo com peças ligadas à sua história, como chuteiras, camisas e troféus.

A atleta aproveitou o momento para ressaltar a importância do planejamento do esporte como política de desenvolvimento social. Aliás, este é um trabalho que vem sendo desenvolvido pela própria Marta, recentemente nomeada embaixadora da Boa Vontade pela ONU Mulheres.

Marta é dona de uma carreira exemplar

“Esporte é cultura, te ensina valores e uma ferramenta fundamental para nosso dia a dia. Não sei se daqui a cinco anos vou estar jogando, mas me vejo envolvida no futebol de alguma maneira. Meu pensamento é ajudar”.

Com 32 anos, Marta acredita que a exposição ao longo da carreira serviu para dar mais espaço ao futebol feminino no Brasil.

“Peço em nome do esporte, e assim a gente poderá cada vez mais ter oportunidade de representar nosso país e inspirar as crianças a praticarem o esporte”.

Marta ajuda a fazer o futebol feminino forte

Não vá achando que Marta está pensando em pendurar as chuteiras. A multicampeã disputará em 2019 a Copa do Mundo sediada na França. Detalhe, ela não possui ainda este título na galeria. A seleção está no mesmo grupo de Austrália, Itália e Jamaica.

Em tempo, não custa lembrar que apenas Marta ostenta seis troféus de melhor jogadora do mundo. Messi e Cristiano Ronaldo têm cinco cada.

Homenagem, mas…

Apesar de necessária, a celebração da carreira de Marta foi motivada por um descuido que representa como o futebol feminino é visto no Brasil. Acontece que a atleta já tinha os pés eternizados na Calçada da Fama do Maracanã, contudo o item foi perdido.

A placa de gesso foi cuidada com desleixo pelo consórcio responsável pela administração do estádio Mário Filho após o Pan do Rio de Janeiro. Os administradores simplesmente não sabem onde foi parar a placa de gesso gravada em 2007 pela jogadora da seleção brasileira.

Marta foi vítima da negligência que marca o futebol feminino

O que isso quer dizer sobre o futebol feminino no Brasil? Muito. No país do futebol faltam investimentos e espaço para que a modalidade se desenvolva. Além do machismo evidente, existe a desestruturação completa e a falta de condições devidas para que as atletas exerçam sua profissão.

Um levantamento publicado pela Unisinos diz que apenas 2,7% da cobertura midiática é voltada ao futebol feminino. A discrepância na premiação também é enorme. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) premiou o time feminino do Santos campeão Brasileiro com R$ 120 mil. O valor é 141 vezes menor do que o dado aos homens Corinthians, que recebeu 17 milhões de reais pelo título nacional de 2017.

Publicidade

Fotos: foto 1: Divulgação/foto 2: Divulgação/foto 3: Reprodução/Agência O Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe abraçou bebê para protegê-lo de desabamento de falésia que matou família no RN