Debate

Modelo posta aula sobre ejaculação feminina e faz sucesso no Instagram

por: Redação Hypeness


Núbia Óliiver postou uma fotografia de lingerie e aproveitou para dar uma ‘aula’ sobre ejaculação feminina. A modelo começou manifestando incômodo pelo fato do assunto ainda ser considerado tabu por uma parte grande da sociedade.

“Ejaculação feminina. Pouco se fala, pouco se estuda, pouco se sabe sobre essa capacidade fisiológica do corpo feminino. E por que será que esse assunto ainda não está nas nossas rodas de conversa?”

#xotapower neles, Núbiia!

A posição de Núbia foi ilustrada a partir de um texto compartilhado do perfil @prazerela, da ex-executiva Mariana Stock, famosa por ser a “professora de orgasmos”.

View this post on Instagram

#Ejaculação feminina. Pouco se fala, pouco se estuda, pouco se sabe sobre essa capacidade fisiológica do corpo feminino. E por que será que esse assunto ainda não está nas nossas rodas de conversa? Mais uma vez: uma cultura machista e falocêntrica não está interessada em comprovar a potência feminina. Pois então, que tal desmistificarmos a ejaculação feminina em alguns tópicos? Ejaculação feminina não é sinônimo de xixi. O líquido que expelimos é produzido pelas glândulas de Skene que estão próximas da uretra e da bexiga. Ejaculação feminina também não é sinônimo de orgasmo. E mais, em geral a ejaculação e o #orgasmo não são concomitantes, você pode #gozar e não ejacular assim como você pode ejacular mas não gozar. O fato de chamarmos o nosso líquido de ejaculação nos leva a pensar que o aspecto da nossa ejaculação deve ser similar ao esperma masculino, isso não é verdade. Em geral, o aspecto da ejaculação das musas é transparente, inodoro e bem líquida. Ejaculação e lubrificação também não são a mesma coisa. Enquanto a ejaculação é produzida pelas glândulas de Skene, a lubrificação é produzida pelas glândulas de Bartholin. Diferente da ejaculação, o aspecto da lubrificação pode ser mais espessa e com aquele cheiro gostoso de genital. Enquanto a lubrificação tem um papel fundamental na excitação da mulher, a ejaculação ajuda no relaxamento e resfriamento do corpo das musas. Mas, afinal: por que a minoria das mulheres têm ejaculação? Porque a maioria das mulheres nunca ouviu sobre a possibilidade e a naturalidade de ejacular durante a relação sexual. Muitas mulheres ejaculam a primeira vez e acham que fizeram xixi, criando uma resistência a ejacular novamente. Todas as mulheres podem ejacular? Sim, todas as mulheres podem ejacular o que não significa que todas as mulheres ejaculem. E aqui uma informação fundamental para você não se sentir na obrigação de mais essa tarefa: uma mulher que nunca ejaculou não significa que tenha menos prazer. #texto:@prazerela foto @marcosmello.online

A post shared by NUBIA OLIIVER 🅰️+ (@nubiaoliiver) on


Os comentários, grande parte deles de homens, demonstraram o desconhecimento masculino sobre desejos e necessidades sexuais das mulheres. Um dos seguidores disse o seguinte, “a maioria dos homens não sabe fazer uma mulher ejacular”.

A falta de conhecimento se comprova em números. Um estudo realizado pela empresa Soft Paris mostra que mais da metade das mulheres acredita que homens falam mais do que fazem quando o assunto é prazer.

“Mais uma vez: uma cultura machista e falocêntrica não está interessada em comprovar a potência feminina. Pois então, que tal desmistificarmos a ejaculação feminina em alguns tópicos?”, continua Núbia com sua aula de conscientização. Homens, vamos nos informar mais? #xotapower


Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Fome é entretenimento? Choro de Thelma levanta debate sobre limites no ‘BBB20’