Debate

Mulheres são mais felizes com melhores amigas que com os maridos, aponta estudo

por: Vitor Paiva

O modelo de casamento, ou mesmo de relacionamento amoroso, ao qual costumamos submeter nossos amores, tesões e encontros precisa ser revisto e atualizado urgentemente. Anacrônico, desigual e baseado em princípios velhos e irreais, o funcionamento dos relacionamentos parece justamente funcionar contra aquilo que deveria ser seu principal objetivo: a felicidade dos envolvidos. E é isso que uma nova pesquisa sugere, ao afirmar que as mulheres são mais felizes com suas amigas do que com seus maridos ou companheiros.

É claro que todas pesquisa comportamental tende a ser restritiva e generalizada, mas ainda assim trata-se de um apontamento sintomático importante: das 517 mulheres que responderam ao questionamento proposto pela empresa Champneys, mais de 50% responderam que suas amigas são mais próximas e íntimas do que os companheiros. E os motivos sugeridos apontam não só para o modelo de relacionamento como para as próprias noções de gênero e comportamento, que afastam e opõem as pessoas nas relações.

O primeiro ponto foi a abertura para a fala e o diálogo – as amigas estariam mais abertas para ouvir, e com elas as pesquisadas poderiam falar mais. 39% disseram simplesmente se divertir mais com as amigas, e 29% afirmaram que podem “ser quem são” com as amigas, com quem possuem mais coisas em comum. Vistas como melhores conselheiras e menos implicantes, para mais da metade das entrevistadas as amigas trazem justamente mais felicidade que os companheiros.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem pode enfrentar 5 anos de prisão por usar gato como arma contra a polícia