Inovação

Nova biblioteca pública da Finlândia tem áreas para trabalhar e até estúdio para bandas

Vitor Paiva - 10/12/2018

A mais nova biblioteca pública da Finlândia, inaugurada na última quarta-feira na capital Helsinki, já abriu as portas como uma das mais bonitas bibliotecas do mundo. Seu impacto, no entanto, vai muito além do aspecto arquitetônico: a biblioteca Oodi oferece muito mais do que um local para pegar livros emprestados – com locais para reuniões, encontros sociais, workshops, palestras e diversas outras atividades, ela oferece o futuro.

O formato de navio da bilbioteca

Os livros e materiais de leitura são evidentemente a atração mais importante dentro do imponente edifício em formato de navio, mas o local é também equipado com equipamentos de impressão em 3D, maquinas de costura, espaço de ensaios para bandas e músicos, um pequeno cinema e ainda uma série de espaços que podem ser reservados para atividades diversas. Há também na Oodi um café e um espaço para experiências com realidade virtual.

O interior da biblioteca

A construção da biblioteca custou 98 milhões de euros, significando a importância central que as bibliotecas públicas possuem no cenário cultural finlandês. Com a inauguração da Oodi, somam-se 730 bibliotecas públicas num país em que, com 5,5 milhões de habitantes, estima-se que 1 milhão de pessoas tenham frequentado eventos em bibliotecas e livrarias no ano passado. “Temos a forte ideia de que as letras levam a Finlândia pra sempre. Sem bibliotecas nosso país não teria desenvolvido o atual status de bem-estar social”, afirmou a Associação de Bibliotecas da Finlândia.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.