Ciência

Planta robô que busca iluminação é aliada dos jardineiros preguiçosos

por: Gabriela Glette

Uma casa com plantas é muito mais alegre, viva e cheia de energia. Porém, elas exigem cuidados, que com a correria do dia a dia, nem sempre conseguimos ter. Harpreet Sareen, pesquisador do MIT (Instituto de Tecnologia do Massachusetts) desenvolveu um complexo sistema que interliga os sinais eletroquímicos que uma planta produz naturalmente a uma interface robótica, desenvolvendo assim, uma planta inteligente.

planta robô 1

Isso porque, apesar das plantas não possuírem cérebro (pelo menos não como o nosso), elas sobrevivem graças a uma estrutura pra lá de complexa que, através de potentes sensores enviam estímulos eletroquímicos para os órgãos e tecidos. Combinando a tecnologia com a inteligência natural das plantas, o cientista então criou uma capaz de procurar luz por conta própria, sem depender da boa vontade dos humanos.

planta robô 2

A primeira planta robô foi batizada de “Elowan” e funciona desta maneira: quando ela enxerga uma fonte de luz, os sinais eletroquímicos que ela libera interagem com eletrodos conectados no caule e folhas. Quando isso acontece, os eletrodos captam o sinal e o amplifica, fazendo com que ela se mova. Literalmente, uma planta independente!

planta robô 3

Publicidade

Fotos: MIT Media Lab


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
SXSW: Hypeness precisa do seu voto para defender a ciência brasileira nos EUA