Seleção Hypeness

19 mudanças simples para um 2019 mais sustentável

por: Mari Dutra

O ano começou e as promessas já estão se multiplicando – aliás, quantas delas você já deixou passar?

Não adianta mirar na Lua quando a gente mal consegue chegar na rua de cima. Então que tal começar 2019 fazendo mudanças simples para tornar sua vida mais sustentável?

Aqui vão as nossas dicas!

1. Diminua seu consumo de carnes

Os cientistas já pediram que nós, brasileiros, consumamos menos carnes para salvar o planeta. Essa meta é barbada! Carnívoros podem aderir ao movimento Segunda Sem Carne para diminuir seu consumo e quem já é adepto pode ir mais além e evitar consumir carnes durante a semana, por exemplo.

Vegetarianos não precisam ficar de fora: já pensou em diminuir seu consumo de outros derivados animais ou aderir ao veganismo?

Tábua de cortar com vegetais, cogumelos e ovos. Foto: Katie Smith/Unsplash

2. Compre na feira

Comprar na feira faz com que o dinheiro vá diretamente para o produtor. Ele ganha mais com isso, visto que as grandes redes de supermercados costumam negociar valores abaixo do mercado com os produtores, que se veem obrigados a vender suas safras (ou deixá-las apodrecer). Existem até mesmo estudos que mostram como estes estabelecimentos contribuem para a pobreza no campo.

3. Mais orgânicos

Comprar na feira já é um ótimo passo, mas já pensou em aumentar o seu consumo de alimentos orgânicos? Eles são melhores para sua saúde, para a saúde dos agricultores e também para o meio ambiente.

Ah, a desculpra de que os orgânicos são mais caros não cola, viu? Se você comprar frutas e legumes da estação na feira, eles saem quase o mesmo preço do que no supermercado.

4. Adote um copo

Copo descartável não está com nada. Eles fazem mal para a saúde e causam também um problemão ambiental. Felizmente, a solução para isso é simples: adote um copo e ande com ele sempre na bolsa/mochila/ecobag.

Já existem marcas de copos dobráveis que podem ser guardados no bolso. Falamos aqui sobre uma gringa e também existe a versão brazuca, criada pela Menos 1 Lixo.

Xícara branca com a palavra “Begin” (“começar”, em inglês). Foto: Danielle MacInnes/Unsplash

5. Só para elas: troque o absorvente pelo coletor

Quem provou, garante: coletor é vida!

Ele não deixa cheiro ruim, não vaza e é indicado mesmo para quem tem um fluxo muito intenso – inclusive, é bem melhor do que os absorventes convencionais nesse quesito. Para as minas tecnológicas, já existem até mesmo coletores que se conectam ao smartphone e dão dicas de saúde.

6. Não compre roupas (ou compre de segunda mão)

Já contei antes como passei um ano inteiro sem comprar roupas novas. Foi fácil demais evitar que mais pessoas fossem exploradas por uma das indústrias que mais trabalha com mão de obra escrava e ainda é uma das mais poluidoras do planeta – vale ler esse texto da Marina Colerato sobre o assunto.

Se bater aquela vontade louca de comprar roupas, dá para se esbaldar num brechó sem culpa e ainda gastar muito menos do que se comprasse tudo novo.

7. Experimente usar cosméticos naturais

Falamos esse ano sobre os perigos dos cosméticos convencionais, trouxemos dicas de receitas de cosméticos naturais e inclusive rolou um experimento de três desodorantes sustentáveis por aqui. As substituições são (na maioria das vezes) simples, econômicas e mais saudáveis.

Folhas que simulam maquiagem no rosto da modelo. Foto: Sarah Comeau/Unsplash

8. Diga não ao canudo

Porque sua boca não vai cair se você encostar ela num copo, né?

Eles já foram proibidos no Rio, banidos de diversos estabelecimentos e, se tudo der certo, devem sumir das nossas vidas nos próximos anos. Mesmo assim, ainda não se sabe quando essa praga vai desaparecer do meio ambiente – cientistas estimam que o plástico demore cerca de 400 anos para se decompor.

9. Aprenda de vez a separar o lixo

2019 pode entrar para a história como o ano em que você passou a separar o lixo direitinho, né non?

Lave plásticos, vidros e latinhas para não comprometer a saúde de quem trabalha com reciclagem (e aumentar a possibilidade de que o item seja reciclado), separe o papel para ele não sujar/molhar e nem pense em misturar os orgânicos no mesmo saco de lixo. Vidros também devem ser colocados para recolha separadamente, visto que podem machucar os catadores.

Se sua cidade não tem coleta seletiva, chame um catador através deste aplicativo genial. Lembre-se de que pilhas, baterias, óleo e remédios e cosméticos vencidos devem ser descartados em lugares específicos, ok?

10. Use sacolas reutilizáveis

Tenho certeza de que você já tem uma sacola reutilizável em casa. Mesmo assim, sempre “esquece” dela quando vai ao supermercado? Então a dica é deixar a sacola dobradinha na bolsa, no bolso ou no carro e colocar ela em ação sempre que for às compras.

Vai demorar milhares de anos para que você use todas as sacolinhas plásticas que tem em casa no lixo e, quando isso acontecer, é só criar saquinhos de jornal.

Sacolas de tecido carregadas de flores. Foto: Evie Calder/Unsplash

11. Voe menos

Voar é uma atividade ultrapoluidora: além da queima de combustíveis fósseis, que libera gases do efeito estufa na atmosfera, a indústria aérea também produziu 5,2 milhões de toneladas de lixo só em 2016.

Trocar aquele voo curtinho por uma viagem de ônibus ou de carro promete ser uma ótima maneira de evitar mais danos ao meio ambiente.

12. Não desperdice alimentos

Muita coisa que vai para o lixo poderia se transformar em mais comida na nossa mesa. Cascas de legumes e verduras, após higienizadas, dão um bom caldo de legumes; bananas muito maduras podem virar sorvete; ervas ficam bem conservadas quando se transformam em pesto e praticamente qualquer fruta pode virar uma geleia deliciosa, mesmo quando sua aparência já não está legal.

Existem até mesmo restaurantes que utilizam somente alimentos que iriam para o lixo no preparo de suas refeições.

Talos de vegetais podem virar recheio para um quiche. Foto: timothy muza/Unsplash

13. Encha seu Instagram de inspiração

Não vale a pena perder tempo buscando atingir aquela vida perfeita do Instagram. Ninguém passa 24 horas por dia em uma praia do Caribe, aquela foto com um café da manhã totalmente simétrico deu o maior trabalho e o corpo sarado não tem valor nenhum quando ele é seu único objetivo na vida.

Troque essas inspirações irreais por gente que te inspira a ser verdadeiramente melhor. Siga pessoas que te fazem questionar e mudar hábitos e não apenas criar novos filtros para mostrar sua vida. Em julho, nós fizemos uma seleção de perfis que te ajudam a gerar menos lixo, por exemplo.

14. Desligue o ar

Tá calor? Sim! Mas será que você precisa mesmo passar o dia inteiro com o ar condicionado ligado?

Tente deixar essa estratégia só para aqueles dias em que a temperatura está mesmo insuportável. Nos outros, opte pelo ventilador e você verá como ele pode ser um ótimo aliado contra o verão.

15. Papel de presente pra quê?

Na hora de embalar presentes, diga não aquele papel que vai ser jogado fora 20 segundos depois. Opte por reutilizar embalagens, crie embrulhos de jornal ou se joga de cabeça no furoshiki, a técnica japonesa de embalar coisas em pedaços de tecido.

Furoshiki é técnica japonesa de embrulho em tecido. Foto CC BY-ND 2.0 dj venus/Flickr

16. Conserte

Quebrou? Tente consertar antes de jogar fora.

Muita coisa pode ser arrumada em casa (tutoriais do Youtube ajudam muito!) e outras precisam ser levadas para um especialista. A Brunella contou neste post como funciona o Café Reparo, que convida pessoas a dar uma nova vida a objetos que não funcionavam.

17. Venda ou doe

Quando não quiser mais, não jogue fora. Muita coisa que parece não ter utilidade pode ser vendida ou doada para alguém que precisa. Para ganhar uma graninha com o item, coloque-o disponível em apps como Enjoei ou OLX. Para se desfazer, ofereça ele no Tem Açúcar ou em grupos do tipo “Free Your Stuff”, no Facebook.

Pessoa segurando blusões para doação. Foto: Dan Gold/Unsplash

18. Tenha um filtro de barro

Além de ser um dos melhores filtros do mundo, o filtro de barro evita que você encha sua casa com garrafas plásticas e é baratinho – os mais simples custam em média R$ 100.

19. Compre a granel

Se você já faz tudo que está nessa listinha, passar a comprar alimentos a granel é o próximo passo para levar uma vida mais sustentável em 2019.

Separe vidrinhos (se forem reutilizados, ainda melhor), saquinhos de pano e vá direto na lojinha a granel mais próxima da sua casa. Além de comprar apenas o que você precisa e evitar o desperdício de alimentos, você ainda leva uma embalagem a menos para casa.

Cafés comprados a granel. Foto: Andrew Spencer/Unsplash

Publicidade

Foto em destaque: Paul Green/Unsplash


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ação contra desperdício quer que você repense seu Prato Feito