Inspiração

Carnaval do Rio já pode comemorar sua 1ª mulher mestre de bateria

por: Vitor Paiva

Se a bateria é o coração de uma escola de samba, o Mestre de Bateria é quem conduz como um verdadeiro maestro o ritmo que mantém vivo o desfile e a escola na avenida. Como todo cargo de importância em qualquer meio, o predomínio masculino é absoluto – e no caso dos Mestres de bateria é tamanho que somente neste ano pela primeira vez uma mulher irá comandar uma bateria de escola de samba em um desfile na avenida. A desbravadora dos ritmos é Thaís Rodrigues, de 30 anos, que será empossada como mestre da Bateria Feiticeira.

Thaís comandará os ritmistas da escola Feitiço do Rio, que disputará a Série E do Carnaval carioca. Nascida e criada dentro das escolas, Thaís começou frequentando os ensaios da Acadêmicos da Rocinha, em 2003 – e lá ela começou a tocar. Foi nesse ano que pela primeira vez ela desfilou na avenida, da onde nunca mais saiu.

Pois engana-se quem pensa que o trabalho de mestre da Bateria Feiticeira será a única participação de Thaís no carnaval. Ela também é diretora de surdo na bateria da Rocinha, que disputará a Série A do Carnaval do Rio, e ainda toca surdo de terceira na Unidos da Tijuca, escola do Grupo Especial, que também desfila na Sapucaí.

O desfile da Feitiço do Rio e sua Bateria Feiticeira acontecerá no dia 09 de março, na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Publicidade

Fotos: Leo Martins/divulgação



Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homens quebram estereótipos e mostram que sexismo prejudica a todos