Ciência

Cientistas da UFRJ descobrem hormônio que pode melhorar Alzheimer

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

São inúmeros os benefícios que as atividades físicas trazem para nossas vidas. Já não é de hoje que a medicina fala da importância de se fugir do sedentarismo, como uma arma para o bom funcionamento cardíaco, sono e saúde física e mental de uma maneira geral. Porém, cientistas da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, descobriram que a prática constante de exercícios físicos podem levar à melhora do Alzheimer ou até mesmo uma possível cura.

hormônio reduz alzheimer 3

Isso porque, através dos estímulos físicos produzimos um hormônio chamado irisina, que cai diretamente na corrente sanguínea, chegando ao cérebro. A novidade não é a descoberta do hormônio em si, já que até hoje ele era conhecido por reduzir os níveis de gordura do corpo, mas seu poder quando este chega ao cérebro.

hormônio reduz alzheimer 2

A irisina fortalece as sinapses, que são os prolongamentos dos neurônios, responsáveis pela conexão entre as células, favorecendo esta conexão e as informações que são registradas na memória. Os cientistas realizaram testes com camundongos, que fizeram ginástica na piscina uma hora por dia, cinco vezes na semana. O resultado? Após cinco semanas de esporte, os efeitos nocivos da doença praticamente desapareceram!

hormônio reduz alzheimer 3

Publicidade

Fotos: Unsplash


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Golfinhos também escolhem amigos por interesses em comum