Debate

Com medo de violência, Bloco Soviético não vai desfilar no Carnaval

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Criado em 2013, o Bloco Soviético não resistiu ao cenário político hostil que toma conta do Brasil.

Fundado por um grupo  que, nas palavras dos organizadores, “ria de questões da nossa política”, o bloco não vai desfilar no Carnaval deste ano.  

Em texto publicado no Facebook, os responsáveis pelo Bloco Soviético manifestaram temor em colocar pessoas assumidamente de esquerda nas ruas de São Paulo. “Um desfile do nosso bloco a partir de agora, mesmo que clandestinamente, acabaria atraindo atenções sem espírito carnavalesco, colocando em risco físico integrantes e foliões, o que seria uma temeridade e, no limite, uma irresponsabilidade”, diz a nota.

Bloco Soviético perde para o medo da violência

A notícia é recebida com tristeza por admiradores e seguidores do bloco. Tal como o Carnaval de São Paulo, o Bloco Soviético bombou nas ruas da capital paulista nos últimos anos. Em 2017, por exemplo, foram mais de 20 mil pessoas no desfile homenageando os 100 anos da Revolução Russa.

“É hora de virar essa bela página vermelha que escrevemos no Carnaval de São Paulo, com tanto esforço e alegria, e aproveitar a energia represada para passar a bola a outros grupos que surgirão com criações novas, levando em conta e se adequando à nova realidade que a cidade, o estado e o país vivem”, escrevem em tom melancólico.

Os desfiles eram recheados de bom humor

Nas redes sociais, o fim do Bloco Soviético foi lamentado por uns e celebrado por outros.

Publicidade Anuncie

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Legalização da maconha no Uruguai deu prejuízo de US$ 22 milhões ao tráfico