Debate

Este guia ensina turistas brancos a não passar vergonha em fotos na África

por: Mari Dutra

Depois da Barbie voluntária escancarar o ridículo de algumas situações em que o voluntariado é superficial e, muitas vezes, usado apenas para ganhar likes no Instagram, a organização Radi-Aid decidiu criar um guia explicadinho para ensinar turistas e voluntários brancos a não passar vergonha na África.

Com a iniciativa, espera-se promover o debate e a conscientização sobre como algumas fotografias são apenas uma maneira de perpetuar os estereótipos e desumanizar as populações mais vulneráveis.

Fotos a evitar na África

Mesmo que sem má intenção, muitos voluntários e viajantes acabam compartilhando imagens e textos que retratam os residentes locais como passivos, desamparados e lamentáveis – alimentando as imagens estereotipadas ao invés de derrubá-las“, destaca o guia.

Veja a seguir os princípios destacados pelo material para não fazer feio na África (e em lugar nenhum!):

  • Promova a dignidade: evite usar palavras que desmoralizem as pessoas ou propaguem estereótipos. Ninguém é uma atração turística.
  • Consentimento: todas as pessoas têm direito sobre sua imagem e você deve solicitar antes de tirar qualquer fotografia. No caso de crianças, o consentimento deve ser declarado por elas e também pelos seus responsáveis. Por respeito à privacidade, evite tirar fotos em locais como clínicas de saúde ou hospitais.

 

Guia ensina turistas brancos a não passar vergonha em fotos na África

“Minhas crianças africanas”

  • Destrua os estereótipos: é a sua vez de contar a seus amigos e seguidores o outro lado da história e mostrar que as populações vulneráveis têm realidades muito mais complexas do que costumamos ficar sabendo. “Um bom caminho é perguntar aos especialistas locais que tipo de histórias de sua vida, cidade natal ou país que gostariam de compartilhar com o mundo.

 

A ação conta também com vídeos bem-humorados, que nos lembram que não vale a pena trocar a dignidade de alguém por algumas curtidas nas redes sociais.

O guia completo e um checklist para conferir antes de tirar uma foto, em inglês, podem ser acessados neste link.

Publicidade

Fotos: Reprodução Youtube/Radi-Aid


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ativista pela legalização da cannabis mostra como Uruguai quebrou tabus da planta