Criatividade

Este restaurante está fazendo sucesso com lámens que brilham no escuro

por: Mari Dutra

Lámens que brilham no escuro são a receita de sucesso do restaurante pop-up Nakamura.ke. O espaço irá funcionar entre os dias 30 de janeiro e 16 de fevereiro e de 20 de fevereiro a 2 de março de 2019, em Atlanta (EUA).

A ideia para o negócio partiu de Ami Sueki, fundadora do estúdio de design Zoo as Zoo. Enquanto dormia, a empresária sonhou que se deliciava com um lámen brilhante. Um ano depois, Ami compartilhou esse pensamento com Courtney Hammond, fundadora da agência Dashboard.

Foram mais dois anos de planejamento e muitas ideias até que o Nakamura.ke se tornasse realidade, mas a espera valeu a pena. Mais do que um restaurante, o local pretende oferecer uma experiência imersiva para até seis clientes por vez, que poderão sorver doses luminosas de saquê acompanhado de lámens que brilham sob a luz negra.

O menu foi criado pela empresa Bompas & Parr, a mesma que criou o primeiro sorvete do mundo que não derrete e fez vários experimentos criativos com comida. Para obter o efeito de cores radioativas, foi usada apenas quinina, uma substância natural.

Não é somente o efeito visual que instiga os visitantes do Nakamura.ke. Por US$ 75, o restaurante irá também contar a história (fantasiosa) da família de espíritos místicos japoneses Nakamura, que serve lámen brilhante. Quando os pais da família somem após uma tempestade, seus sete filhos percorrem o mundo servindo o prato enquanto procuram por eles.

A experiência gastronômica também deve viajar junto com a história. Após a passagem por Atlanta, cujos ingressos já estão esgotados, o Nakamura.ke já tem temporadas agendadas em Los Angeles (EUA), Londres (Reino Unido), Miami, Nova York (EUA), Tóquio (Japão) e Seul (Coreia do Sul). Será que o Brasil não vai entrar nessa lista?

Leia também: Da Barbie ao banheiro: conheça os inusitados restaurantes temáticos de Taiwan

Publicidade

Fotos: Divulgação


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Baby do Brasil conta sobre sua abdução por extraterrestres: ‘Voltei com um galo enorme’