Debate

Ministra Damares diz que igreja perdeu espaço para Teoria da Evolução nas escolas

por: Redação Hypeness

Damares Alves ataca novamente. Depois de dizer que menino veste azul e menina rosa, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos afirma que a igreja evangélica perdeu espaço nas escolas para a ciência e a Teoria da Evolução.

“A Igreja Evangélica perdeu espaço na história. Nós perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a Teoria da Evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos, quando nós não fomos ocupar a ciência. A Igreja Evangélica deixou a ciência para lá e ‘vamos deixar a ciência sozinha, caminhando sozinha’. E aí cientistas tomaram conta dessa área”, explica a ministra em vídeo de 2013.

A fala de Damares Alves deixou cientistas e estudiosos espantados, pois a Teoria da Evolução é reconhecida mundialmente por tratar do desenvolvimento da vida na Terra. Fomentada pelo trabalho de Charles Darwin, a teoria diz que seres humanos e outros tipos de vida sofrem mudanças evolutivas de uma geração para a outra.

Damares Alves colocou a Teoria da Evolução em xeque

Em conversa com o G1, o professor de educação da Universidade de Brasília (UnB), Luiz Araújo, criticou a declaração da ministra sobre enxergar a ciência como uma ameaça ao aprendizado.

Ninguém deixou de ser cristão porque as escolas ensinam ciência. É nosso dever na educação transmitir os conhecimentos que são gerados pela humanidade, que vão evoluindo”, afirmou. “É assim que a humanidade evolui. Se o Brasil quer dar um salto para o futuro, ele não pode voltar para a Idade Média”, pontuou.

Contexto teológico

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos se manifestou por meio de nota, dizendo que “a declaração ocorreu no contexto de uma exposição teológica e que não tem qualquer relação com as políticas públicas que serão fomentadas pela pasta”. Damares Alves não se pronunciou.

Muitas polêmicas com o nome da ministra do governo Bolsonaro

Em pouco mais de uma semana, essa é a segunda crise envolvendo o nome da pastora evangélica. Há alguns dias, ela chegou a dizer que o Enem pode atrapalhar as famílias. Na Globo News, Damares criticou a regra do Sisu que permite ao estudante se candidatar a uma vaga em uma Universidade longe de sua família e cidade natal.

“O menino lá do Rio Grande do Sul faz o Enem, ele passa no vestibular para medicina lá no Amapá, que é o grande sonho dele e da família. Esse menino é tirado do contexto. Às vezes tem apenas 16 anos. Será que nós não poderíamos estar começando a pensar em políticas públicas, que este menino ficasse um pouco mais próximo da família? ‘Ah, mas em outros países acontece’. Mas nos outros países o papai tem dinheiro para ir lá na universidade visitar de vez em quando o filho”.

No mesmo vídeo das cores, Damares Alves celebra o início do que chama de ‘nova era’ no Brasil. Com uma bandeira de Israel ao fundo, ela encerrou passando o recado, “o Estado é laico, mas esta ministra é terrivelmente cristã”.

Publicidade

Fotos: Reprodução/EBC


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Decisão do STF: como ela impacta prisão do DJ Rennan da Penha, negros e periféricos