Inspiração

Sandra Oh faz história três vezes em noite feminista, diversa e emocionante no Globo de Ouro

por: Redação Hypeness

Sandra Oh entrou para a história ao se tornar a primeira atriz com ascendência asiática a ganhar um troféu do Globo de Ouro. Emocionada, a estrela de Grey’s Anatomy fez ainda um discurso sobre diversidade.

Vencedora na categoria Melhor Atriz de Série de Drama por Killing Eve, Sandra destacou a necessidade de uma abertura significativa de pensamento da sociedade. Detalhe, Sandra Oh é a primeira mulher de ascendência asiática a apresentar a cerimônia.

“Eu disse sim ao medo de estar neste palco hoje à noite porque queria estar aqui para olhar para este público e testemunhar esse momento de mudança. Não estou enganando a mim mesma porque talvez no ano que vem seja diferente; provavelmente será. Mas agora, este momento é real.”

Ela nos deixa nostálgicos e felizes

Falando em Grey’s Anatomy, a canadense havia ganhado em 2006 o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante pela inesquecível Cristina Yang. Ai, Shonda Rhimes. 

Sandra ainda levou os pais <3

Além de Sandra, a noite da 76ª edição do Globo de Ouro foi brindada com as falas de Regina King e Glenn Close. As duas, cada uma com a sua experiência, celebraram o feminismo e o aniversário de um ano do movimento Time’s Up. Puxaram algumas orelhas também.

Regina, Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme Se a Rua Beale Falasse, propôs um desafio. “Eu desafio qualquer um que esteja em uma posição de poder, não apenas em nossa indústria, mas em todos os setores. Eu desafio vocês a desafiar a si mesmos e fazer o mesmo“.

Regina King pediu inclusão na prática

A palavra mesmo empregada por ela, trata da inclusão efetiva de mulheres em produções hollywoodianas. “A razão pela qual fazemos isso é porque entendemos que nossos microfones são grandes e estamos falando por todas. E eu quero dizer que vou usar a minha plataforma agora mesmo para dizer que nos próximos dois anos, tudo que eu produzir será 50% feito por e com mulheres”, encerrou.

Glenn Close, um dos nomes mais importantes da sétima arte, provou que experiência não é suficiente para conter a emoção. Com a estatueta de Melhor Atriz em filme de drama por The Wife, ela homenageou a mãe ao mesmo tempo em que fez uma revelação.

Glenn Close emocionou

“Penso na minha mãe, que passou sua vida toda à sombra de meu pai. Já com 80 anos ela me disse que sentia não ter alcançado nada na vida. Isso é tão errado. O que se espera de nós é que tenhamos filhos e maridos. Isso se tivermos sorte. Precisamos buscar nossa satisfação pessoal. Nós temos que seguir nossos sonhos. Nós temos que dizer: ‘eu posso fazer isso’ “, encerrou em meio aos aplausos.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Projeto celebra afeto com chamada de vídeo entre pacientes com coronavírus e familiares