Debate

Site tira do ar anúncio de tacos de beisebol com pregos e os dizeres ‘direitos humanos’

por: Redação Hypeness

O Mercado Livre tirou do ar um anúncio que vendia tacos de beisebol com pregos e arame farpado na ponta com os dizeres ‘direitos humanos’, ‘diálogo’ e ‘TPM’. A ação acontece depois de uma série de denúncias de clientes do site de comércio eletrônico.

A fabricante dos objetos é a WM Design Decor, que diz que os produtos são inspirados nos personagens Negan, da série The Walking Dead; Steve, de Stranger Things e Arlequina, de Esquadrão Suicida.

No entanto, diante do momento de efervescência política atravessado pelo Brasil, os tacos de beisebol com tais dizeres podem se transformar facilmente em armas, como diz em conversa com o portal G1, o advogado e conselheiro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), Ariel de Castro Alves.

A intolerância já fez vítimas em 2018

“Em tempos de acirramento de discursos e ações impulsionadas por ódio, intolerância e discriminação, se torna mais preocupante a venda desses tacos de baseball com pregos, ou com inscrições como ‘respeito’, ‘direitos humanos’, ‘diálogo’ e ‘TPM’, que claramente são de incitação à violência contra pessoas e segmentos reivindicam direitos iguais, respeito às diferenças, não discriminação”.

Por meio de nota, o Mercado Livre afirma que “100% dos anúncios publicados no site possuem botão de ‘Denúncia’, abaixo da publicação, no canto inferior direito para que qualquer pessoa possa apontar práticas contrárias aos Termos e Condições de uso da plataforma”.

O Mercado Livre diz que as contas dos anunciantes podem ser suspensas

O site de comércio eletrônico pondera que “a comercialização de objetos que incitem a violência é expressamente proibida na plataforma, e que se mantém sempre à disposição das autoridades públicas para colaborar com o combate a qualquer ilegalidade praticada por terceiros no site”. Os infratores, segundo a empresa, “podem ter seu cadastro inabilitado”.

A WM Design Decor se mostra surpresa com a decisão. A empresa explica em nota que vende os produtos “há 4 anos e nunca houve restrições. Passaremos a vender somente os bastões baseados em séries de TV e cinema. Estão todos pausados até passar por adequações”.

O governador do Rio esteve no palanque onde dois deputados rasgaram uma placa com o nome de Marielle

Desde o período eleitoral, atos de violência contra símbolos e defensores dos direitos humanos se intensificaram no Brasil. No Rio de Janeiro, uma placa com o nome da vereadora Marielle Franco – morta há mais de 300 dias em um crime ainda sem solução, foi rasgada por dois deputados eleitos pelo PSL.

Durante comício comandado pelo agora governador fluminense Wilson Witzel em Petrópolis, o deputado federal Daniel Silveira e o estadual Rodrigo Amorim, partiram o objeto ao meio.

“Eu vou dar uma notícia para vocês. Esses vagabundos, eles foram na Cinelândia, e à revelia de todo mundo, eles pegaram uma placa da Praça Marechal Floriano, no Rio de Janeiro, e botaram uma placa escrito Rua Marielle Franco. Eu e Daniel essa semana fomos lá e quebramos a placa”, bradaram.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Emílio Surita faz piada machista com Greenwald após briga com Nunes e é detonado nas redes